A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

27/10/2009 10:16

Rondon consegue licença para se tratar contra diabetes

Redação

O ex-médico Alberto Jorge Rondon, de 53 anos, conseguiu licença de 30 dias do regime semi-aberto de Campo Grande, onde cumpre pena, e tenta ser transferido para Bonito, onde tem propriedade e familiares.

A Justiça deferiu a saída de Rondon do semi-aberto para tratamento médico, diante do quadro de diabetes. Enquanto isso, ele ficará preso em regime domiciliar. "O tratamento dele consiste basicamente na alimentação correta, por isso ele vai ficar em casa", afirma o advogado de Rondon, René Siufi.

A Justiça também autorizou a transferência de Rondon para Bonito, desde que seja apresentado um atestado de vaga junto ao juízo o que, segundo René, ainda não aconteceu. Enquanto isso, Rondon cumprirá pena em regime domiciliar na casa do sogro, na Capital.

Em um primeiro despacho, do dia 23 de outubro, a Justiça havia concedido permissão de saída por 60 dias e no dia 26 um novo despacho dava conta de que o prazo foi equivocado e reduzida para 30 dias.

Rondon foi preso no dia 21 de setembro, em Bonito. Ele estava foragido desde março de 2004, quando foi condenado por lesão corporal.

Segundo o Ministério Público Federal, 120 mulheres foram vítimas da imperícia do ex-médico em cirurgias plásticas. Mais da metade ingressou com ação de indenização.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions