A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/12/2009 12:20

Saúde aposta em fumacê e mutirão contra surto de dengue

Redação

A Secretaria Municipal de Saúde começou a aplicar fumacê contra a proliferação do mosquito transmissor da dengue em Campo Grande na região sul, localizada na saída para Sidrolândia. Além disto, o Centro de Controle de Zooneses vem intensificando os mutirões de limpeza para combater os focos do Aedes aegypti.

O número de casos notificados de dengue no mês passado em Campo Grande cresceu 402% e superou em 5% o registrado em novembro de 2006, o mês de véspera da epidemia registrada há dois anos. Foram notificados 553 casos, contra apenas 110 no mesmo período do ano anterior. Este é o maior número contabilizado na Capital em um mês desde de maio de 2007, quando a epidemia perdeu força e ocorreram apenas 917 notificações.

"Temos uma força de trabalho muito grande; aqui no CCZ a equipe de combate à dengue é formada por 500 pessoas, entre agentes de saúde, agentes de controle de epidemiologia, supervisores e técnicos. Os agentes comunitários, em torno de 1.500, são também nossos aliados neste trabalho. Mesmo assim, a situação é preocupante", alertou Mauro Lúcio Rosário, assessor técnico do CCZ.

Mauro Lúcio explica que o maior desafio dos agentes de saúde é a reposição dos depósitos de lixo, favorecendo o acúmulo de água nesta época de chuva. "Precisamos investir no controle mecânico, quer dizer, na eliminação correta de todos os resíduos", afirmou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions