A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/02/2011 16:24

Saúde investiga duas mortes por dengue, incluindo vereador de Bandeirantes

Marta Ferreira

No ano, Estado já registra 2,5 mil casos da doença

Mato Grosso do Sul acumula, em 2011, 2.533 casos de dengue, segundo o boletim divulgado hoje pela Secretaria de Saúde. Já existem 2 mortes pela doença em investigação, conforme uma relatório.

Uma foi em Aquidauana. A outra foi em Campo Grande e segundo o boletim, refere-se a um morador de Bandeirantes.

O Campo Grande News apurou que a vítima se trata do vereador Gedeão Nogueira da Rocha (PT), de 56 anos, que morreu na manhã do dia 7 deste mês. Ele apresentava sintomas da dengue homorrágica.

Os dados divulgados hoje indicam que, em relação à semana anterior, houve um aumento de 574 casos, ou 29%, em todo o Estado.

Do total registrado, 1.224 são em Campo Grande, 48%. A segunda cidade com maior número de registros é justamente Bandeirantes, onde foram notificados 118 casos de dengue até o dia 5 de fevereiro.

Na cidade, que tem 6,5 mil habitantes, a doença tem um índice de incidência de 1.792, considerando uma escala de 1 caso a cada cem mil pessoas, estabelecida pelos órgãos de saúde.

Exército trabalha no combate à dengue até fim de março
Prefeito diz que término da parceria não trará prejuízo à populaçãoTermina em 25 de março o trabalho de combate à dengue feito por militares do Exér...
Janeiro teve 1,9 mil casos de dengue em MS; 990 só em Campo Grande
Mato Grosso do Sul terminou o mês de janeiro com registro de 1959 casos de dengue, segundo o boletim da quarta semana do ano divulgado pela Secretar...


Senhora Secretária de Estado de Saúde de MS - Beatriz Dobashi,

Nós população do município de Bandeirantes, Estado de Mato Grosso do Sul, vimos a presença de V. Senhoria solicitar empenho de nos atender conseguindo um caminhão fumacê para pulverizar os mosquitos transmisor da Dengue que está investando nossa Cidade.
 
Valdevino Santana de Souza em 11/02/2011 07:42:52
Agora quem sabe, começou a morrer pessoas influentes. Enquanto estavam morrendo somente pobres, e pessoas "sem importância" ninguém investigava, já se foram 2.533 pessoas nesse Estado, a saúde está em total abandono, podemos triplicar esse total, pois maquiam muito a totalidade para nãoterem responsábilidades. Isso é porque só temos doutores nos governando.
Até quando as autoridades deixar]ao abandonadas a saúde, segurança e, os orgãos responsáveis de nos proteger, somente olham e não fazem nada?
Será que não vai aparecer nenhum filho de Deus para dar um susto nesses sangue sugas?
Que só pensam em beneficio próprio e de seus familaires.
Pois ninguém vê noticiários que politicos ou parentes desses morreram de dengue, só os politicos mais barrélinhas que pegam. Que provavelmente vai em um hospital público se tratar, pensando que é uma gripe e é atendido como se fosse um cidadão comum.
 
Kamél El Kadri em 11/02/2011 07:24:03
Se a populaçào nào se conscientizar e unir forças,perderá para um mosquito.
vamos fazer nossa parte,acabando com esse mosquito,
 
Rosmar Alves em 10/02/2011 07:32:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions