A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

15/05/2008 14:40

Sedex enviado a detento em Dourados tinha maconha

Redação

O serviço de inteligência da Agepen (Agência de Administração do Sistema Penitenciária) descobriu nesta tarde, na Penitenciária Harry Amorim Costa, em Dourados,  que uma encomenda enviada via Sedex para um preso continha maconha e fermento, normalmente usado para produzir cachaça artesanal.

A droga estava escondida em um pacote de erva mate e o fermento em uma embalagem de café em pó. A encomenda estava endereçada ao preso  André de Souza Vermieiro, que cumpre pena por tráfico e assalto.

Depois da descoberta, ele foi levado para uma cela disciplinar. Deve ser aberta sindicância e ainda um inquérito da Polícia Civil local, para onde os produtos apreendidos foram levados.

Os presos que não recebem visita podem receber encomendas para uso pessoal via Correios, mas todas elas são abertas, para evitar a entrada de materiais proibidos, como tentou fazer a pessoa que enviou o Sedex endereçado ao detento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions