A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/11/2009 11:24

Sejusp e PF estudam convênio sobre polícia em aldeias

Redação

A assinatura de um convênio entre a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) e a Diretoria-Geral da Polícia Federal pode ser a solução para o impasse jurídico que tem deixado as aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul sem policiamento. Em Dourados, a violência e a criminalidade se tornaram crônicas nas aldeias Jaguapiru e Bororó, mas o governo do Estado alega não ter autorização da Funai para entrar em áreas indígenas. Pela Constituição, o policiamento em aldeias indígenas é atribuição exclusiva da Polícia Federal.

Na sexta-feira, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, se reuniram na delegacia da PF em Dourados com o chefe regional da Polícia Federal, delegado, Bráulio Cezar Galloni, para discutir a falta de segurança

Galloni informou nesta segunda-feira que durante a reunião, Wantuir Jacini determinou que a Polícia Militar dê apoio à Polícia Federal em operações e atendimento às ocorrências nas áreas indígenas de Dourados. Conforme o delegado, a ação conjunta, será feita "em caráter precário até que se vençam algumas discussões jurídicas".

"O que se aguarda é um convênio entre a Direção-Geral da Polícia Federal e a Sejusp/MS para resolver definitivamente a questão", afirmou o Galloni.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions