A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/01/2008 14:22

Sejusp estuda três hipóteses para Colônia Penal agrícola

Redação

A Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) está estudando três hipóteses para resolver os problemas na Colônia Pena Agrícola de Campo Grande. O presídio, onde são cumpridas as penas do regime semi-aberto, é enfrenta constantes crises. Na última visita surpresa da polícia ao local, no dia 7, duas prostitutas foram encontradas na Colônia e 49 dos 654 apenados não estavam no local.

Segundo a assessoria de imprensa da Sejusp, reunião realizada na tarde de segunda-feira definiu que uma das alternativas é a transferência da colônia para um prédio na região do Jardim Noroeste. A comunidade dos bairros locais já posicionou-se contra a instalação da colônia nas imediações.

Ainda segundo a assessoria da Sejusp, novas reuniões vão definir o destino dos presos do semi-aberto e, até lá, as operações da polícia vão continuar.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions