A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/11/2008 15:20

Sem água potável, índios bebem água de bebedouro de gado

Redação

Indígenas da etnia guarani-kaiowá residentes na Aldeia Limão Verde, em Amambaí, sul do Estado, estão há cerca de 40 dias sem água potável. Eles estão recorrendo a bebedouros de gado de uma fazenda vizinha à reserva e à água da chuva para saciar a sede e suprir as necessidades básicas de sobrevivência.

Na reserva vivem pouco mais de 1.100 índios, segundo a Funai (Fundação Nacional do Índio). De acordo com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde), responsável pelo abastecimento de água nas aldeias indígenas da região, o desabastecimento foi ocasionado por pane na bomba do único poço artesiano que abastece a localidade.

O chefe da Funasa na localidade, Davi Pereira, disse ao longo dos 40 dias, quatro bombas foram trocadas, sendo que todas queimaram.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions