A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/02/2010 14:42

Servidores do Judiciário aprovam greve contra oito horas

Redação

Os servidores do Poder Judiciário decidiram que vão paralisar as atividades assim que o projeto de lei instituindo a jornada de oito horas der entrada na Assembléia Legislativa. A decisão foi aprovada em assembléia realizada no último sábado.

Segundo o vice-presidente do Sindijus (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário), Dionízio Gomes Avalhães, a categoria é contra o aumento da jornada de 6 para 8 horas sem elevação proporcional dos servidores.

Ele contou que em 1991, quando foi instituída a jornada de 6 horas, os 3,5 mil servidores do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) abriram mão de correção de 40% nos vencimentos em troca da diminuição do tempo de trabalho.

"Se for encaminhado para a Assembléia, vamos parar por tempo indeterminado", destacou. Outro problema será que os funcionários que aceitaram ampliar a jornada em 33%, tiveram gratificação de 20%. Com a nova proposta, eles perderão este aumento.

O TJ/MS informou que a proposta atende determinação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que determinou a todos os tribunais a implantação da jornada de 7 horas sem intervalo ou 8 horas com intervalo para almoço.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions