A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/03/2010 14:30

Sesau diz que apenas 13% dos agentes de saúde pararam

Redação

A Sesau (Secretária Municipal de Saúde Pública) contesta os números divulgados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública de que 1.200 agentes de saúde teriam aderido à greve da categoria. De acordo com dados da secretária, apenas 261 servidores, de um total de 1.942 agentes, faltaram ao trabalho nesta quarta-feira.

Os agentes de saúde, responsáveis pelo combate à dengue, à leishmaniose e ao atendimento familiar na Capital, mantiveram a greve iniciada ontem, após as negociações salariais terem sido paralisadas entre o sindicato e a prefeitura.

De acordo com dados do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), onde todos os agentes são lotados, dos 1.942 servidores, entre agentes epidemiológicos, de saúde pública e agentes comunitários de saúde, que realizam o programa da saúde da família, apenas 261 faltaram ao trabalho.

Destes, 221 são agentes epidemiológicos e 40 agentes de saúde pública.

A greve, de acordo com o diretor do sindicato, Amado Cheikh, não tem data para terminar. Mesmo assim, apesar de diminuir o volume de atendimentos, o movimento não paralisou totalmente os serviços executados pelos agentes de saúde.

Somente visitas domiciliares em busca de focos do Aedes Aegypti e do programa Saúde da Família continuam.

Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions