ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEXTA  05    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Sesau prevê aumento de 35% no número de casos de gripe

Por Redação | 02/07/2009 14:11

O secretário municipal de Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou, na tarde de hoje na Santa Casa, que haverá crescimento no número de casos de gripe e doenças respiratórias na Capital em decorrência da gripe A (H1N1), conhecida como gripe suína. Nesta quinta-feira, o ministério confirmou o primeiro caso da doença em Mato Grosso do Sul.

Mandetta previu aumento de 35% no número de casos de gripe em decorrência do número vírus e da sazonalidade. Em média, Campo Grande registra de 17 mil a 18 mil pacientes com gripes e doenças respiratórias por mês. A expectativa é de que o número atinge 23 mil pessoas em agosto e setembro.

Sobre a comerciante, que veio da Argentina e teve o caso confirmado, ele explicou que toda família foi bloqueada no segundo dia. As duas filhas foram aconselhadas a não ir à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) no período de quarentena.

Outros 15 passageiros do avião, que a campo-grandense chegou da Argentina, também foram procurados e monitorados pela Vigilância em Saúde. Nesta quinta-feira, a Sesau acompanha 10 casos suspeitos da gripe suína, sendo que um paciente segue internado no Hospital Universitário.

No Estado são 14 casos monitorados.