A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

26/07/2010 11:09

Silêncio dificulta investigação de execução de ex-PM

Redação

A Polícia Civil de Dourados ainda não conseguiu depoimentos de testemunhas que levassem ao esclarecimento da morte do ex-policial militar José Carlos Tobias de 42 anos, ocorrida na noite de sexta-feira.

Embora ele tenha sido assassinado quando o estabelecimento estava lotado, segundo apurado pelo Dourados News as testemunhas não forneceram elementos que ajudassem nas investigações.

Proprietário de uma farmácia nas proximidades de onde foi assassinado, Tobias saiu da PM acusado de indisciplina. Ele foi morto com dois tiros na cabeça, por dois homens na conveniência em que ele estava, localizada na avenida Hayel Bon Faker.

O delegado do SIG, Humberto Perez de Lima, disse ao Dourados News que o crime figura como pistolagem. A expectativa é que com o passar do tempo as testemunhas comecem a revelar informações que ajudem a identificar os autores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions