ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  12    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Sindicato reclama que vans tiram empregos de motoristas

Por Redação | 09/06/2010 07:41

O Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Rodoviário de Campo Grande deve enviar hoje um abaixo assinado com 219 assinaturas de trabalhadores pedindo mais fiscalização da Agepan (Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos) contra a atuação de clandestinos.

Segundo o presidente da entidade, Samir José Silva, a atuação de vanzeiros é a principal argumentação dos donos de empresas de transporte rodoviário para não contratar mais motoristas e também emperra a negociação salarial.

"Esse transporte clandestino passa na frente dos ônibus e pega os passageiros. As empresas acabam perdendo linhas, dizem que não compensa", afirma. Só em uma empresa, segundo a entidade, 26 perderam empregos nos últimos seis meses por conta do corte de horários em linhas como Campo Grande a Corguinho, Bonito, Jardim, Maracaju e Sidrolândia. "Mais ou menos 150 pais de família perderam seus empregos ", diz o vice-presidente Cícero Ferreira.

Samir afirma que o Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário tem cobrado a fiscalização mais rigorosa e que os trabalhadores também exijam isso do governo.

O Sindicato laboral argumenta que as vans não cumprem as gratuidades previstas em lei para transporte rodoviário.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário