A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/12/2010 11:25

Sob ameaça de greve, Funasa deposita salários de funcionários em MS

Angela Kempfer

Sob ameaça de greve por tempo indeterminado, a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) informou hoje que depositou na quinta-feira R$ 900 mil para pagamento dos salários de novembro, à Missão Evangélica Caiuá. A ONG é responsável pelo pagamento de funcionários que atendem 75 aldeias de Mato Grosso do Sul.

Segundo o superintendente estadual da FUNASA, até abril, o órgão “continuará dando suporte burocrático necessário para a transição das ações de atenção à saúde indígena ao Ministério da Saúde, sem prejuízo aos 68 mil indígenas de nosso Estado, entretanto, o que se refere à atenção integral à saúde prestada pelas Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena, até então pela Funasa, (médicos, enfermeiros, odontólogos, medicamentos, nutricionistas, agentes indígenas de saúde, psicólogos, assistentes sociais) são de respo

nsabilidade da SESAI, mas não mediremos esforços para equacionar da melhor forma todos os problemas que por ventura surgirem”.

Ele se refere a criação da Secretaria de Saúde Indígena (SESAI), em outubro deste ano, que está assumindo o atendimento de saúde nas aldeias.

O novo órgão é dividido em Departamento de Gestão de Saúde Indígena, Departamento de Atenção à Saúde Indígena e Distritos Sanitários Especiais Indígenas.

São 68 mil índios, de oito etnias que residem em 26 municípios do Estado.

Ontem, os mais de 300 agentes da Funasa anunciaram greve a partir de hoje, mas a paralisação começou já em Dourados, na quinta-feira.

O motivo foi a indecisão sobre a data de pagamento do salário e 13º da categoria. O dinheiro deveria ter sido depositado no 5º dia útil deste mês, já que não houve parcela no dia 30, mas também não ocorreu o depósito.

Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions