A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/02/2011 17:57

Presidente do Projeto Portal aponta irregularidades na desapropriação das terras

Ricardo Campos Jr.

Assessoria diz que reunião chegou a ser adiada por conta de problemas

Presidente da Associação Projeto Portal Urandir Fernandes de Oliveira.Presidente da Associação Projeto Portal Urandir Fernandes de Oliveira.

O presidente da Associação Projeto Portal Urandir Fernandes de Oliveira apontou irregularidades no processo de desapropriação das terras na região de Boa Sorte em Corguinho, principalmente no que diz respeito à mediação das áreas e indenização de valores.

De acordo com a assessoria de imprensa de Urandir, uma reunião marcada para o último dia 15 entre proprietários das terras em questão e comunidade quilombola foi adiada por causa desses problemas.

Os membros da comunidade, de acordo com Urandir, rejeitaram a ação do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) depois de perceberem que sairiam prejudicados por conta das desapropriações.

De acordo com a assessoria do projeto, os proprietários pensavam que ganhariam novas terras, além das que possuíam, além da indenização, entretanto, ao perceberem que teriam que deixar o local pediram ajuda ao projeto Portal. “Nada como um dia atrás do outro”, disse Urandir, levando em conta dez anos de vandalismo, invasões, destruição de plantações e diversas tentativas de denúncias vazias na Delegacia de Polícia de Corguinho, para forçar a ceder as terras.

Um vídeo que mostra um morador descontente com os conflitos foi publicado no YouTube. A nova audiência ainda não tem data marcada, mas de acordo com a assessoria de Urandir ele mantém a posição no que se refere ao preço por hectare e à preservação de uma área que não interessa à desapropriação. Conforme Urandir, “iremos lutar até o fim para que isso não aconteça”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions