A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/12/2009 14:27

Sob escolta da PF, Funai retoma estudos de novas áreas

Redação

Quinze meses após polêmica e pressão dos produtores rurais, a Funai (Fundação Nacional do Índio) retomou, sob escolta da Polícia Federal, os trabalhos para identificar novas áreas indígenas na região sul de Mato Grosso do Sul. Três grupos de trabalho começaram a trabalhar há oito dias, segundo a administradora regional do órgão em Dourados, Margarida Nicoletti.

Os grupos estão realizando estudos antropológicos para identificar as novas áreas indígenas em 26 municípios da região sul. O último foi instituído pela Portaria 1.415/2009, da Funai, constituindo o grupo de trabalho para realizar o estudo nos municípios de Caarapó, Dourados, Fátima do Sul, Juti, Vicentina, Naviraí, Amambai e Laguna Caarapã.

O objetivo é ampliar a reserva dos índios da etnia Guarani Caiwá, que conta com uma população de aproximadamente 40 mil pessoas. Estima-se que as novas áreas poderão somar de 600 mil a 3 milhões de hectares.

Para barrar o estudo, em agosto do ano passado, os produtores rurais e o Governo do Estado chegaram a divulgar que a Funai pretendia transformar toda a região, em torno de 12 milhões de hectares, em área indígena.

Polêmicas

Governo altera datas de teste físico de concurso da Polícia Civil
Foram alteradas as datas para realização da avaliação de aptidão física dos candidatos que continuam a participar do conurso público para escrivão e ...
Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions