A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/12/2012 17:53

STF rejeita proposta de redução das penas dos condenados no "mensalão"

Débora Zampier, da Agência Brasil

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram hoje (5), por maioria, derrubar a proposta de redução das penas da Ação Penal 470, o processo do mensalão. Por 7 votos a 2, a Corte rejeitou a sugestão do ministro Marco Aurélio Mello, que considerava vários crimes contra a administração pública como um só, aplicando apenas uma pena agravada em até dois terços.

A discussão foi retomada após o intervalo com o voto do ministro-revisor Ricardo Lewandowski, único a aderir à proposta de Marco Aurélio. “Não me parece consentâneo com o princípio da Justiça nem da equidade que o alegado chefe do esquema criminoso tenha recebido uma pena corporal quatro vezes menor que um de seus executores e que integra a mesma quadrilha. Me parece que há uma desproporção que temos que corrigir”, disse o ministro, em referência a José Dirceu (ex-ministro da Casa Civil) e Marcos Valério (publicitário).

Segundo Lewandowski, não há porque acreditar que os juízes de primeira instância começarão a seguir o exemplo do STF, reduzindo vários crimes em apenas um. O ministro disse que o caso do mensalão não serve de paradigma para processos futuros porque inovou em várias questões criminais, como o conceito de lavagem de dinheiro e superampliação das penas para evitar prescrição.

Os ministros que votaram em seguida rejeitaram a proposta, aderindo à tese do relator Joaquim Barbosa para manter as penas como estão. “Daqui a pouco até estupro vamos colocar nesse pacote, e vai ser colocado continuidade delitiva, sem limite temporal e espacial”, protestou Gilmar Mendes. Ele lembrou que as penas são proporcionais aos múltiplos crimes executados pelo grupo. “Tudo aqui é inusitado, e não a nossa decisão”, completou Barbosa.

As ministras Cármen Lúcia e Rosa Weber disseram que não podem encaixar como um único crime delitos tão diferentes, como lavagem de dinheiro e corrupção, mas não descartaram revisar o tema da continuidade delitiva em processos futuros.

Mensalão: 17 réus já entregaram passaportes ao STF
Pelo menos 17 réus da Ação Penal 470 já estão sem seus passaportes. Os 25 condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão têm ...
Supremo estipula primeira pena prescrita no julgamento do mensalão
A ex-diretora financeira da SMP&B Comunicação, Simone Vasconcelos, teve a primeira pena prescrita na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Ela foi ...
Mensalão: pena parcial de Marcos Valério já passa de 20 anos de prisão
Brasília – A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) fixou hoje (24) pena de cinco anos, sete meses e seis dias a Marcos Valério refe...
STF condena Dirceu, Genoino e Delúbio por formação de quadrilha no mensalão
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, condenou nesta segunda-feira (22) 11 réus pelo crime de formação de quadrilha du...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions