A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/03/2010 13:26

STF também nega liberdade a acusado de roubar prefeito

Redação

O STF (Supremo Tribunal Federal) também negou habeas corpus ao empresário Moacir Zanuncio dos Santos, 49 anos, acusado de mandar assaltar o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB) em 5 de maio do ano passado.

Preso desde maio, há cerca de 10 meses, ele teve o pedido de liberdade negado pelo juiz da 3ª Vara Criminal, Ivo Salgado da Rocha, pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e pelo Superior Tribunal de Justiça.

Na terça-feira passada, a 2ª Turma Criminal do STF negou o seguimento do habeas corpus do empresário. Um dos principais argumentos da defesa é que ele está preso há bastante tempo sem julgamento.

Segundo o Garras, que desvendou o caso, Zanúncio tinha dívidas e contratou um grupo para assaltar o prefeito na noite do dia 5 de maio deste ano. A quadrilha foi presa e apresentada no dia 25 de maio passado.

Ainda estão presos pelo crime Anderson Ferreira do Santos, Paulo Henrique da Silva e Silvio Cezar Gonçalves Dutra. Deivison Trajano, 18, foi o único que conseguiu hábeas corpus no TJ/MS em agosto passado.

Em depoimento à Polícia Civil, Santos disse que esperava roubar R$ 6 milhões na residência do prefeito. Ele teria liderado o mesmo grupo que roubou o filho do prefeito, Nelson Trad Neto, no dia 30 de abril do ano passado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions