A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

21/12/2017 11:30

Taxa de analfabetismo entre pessoas com 15 anos ou mais é de 6,3% em MS

Pesquisa aponta ainda que, quanto maior a idade, maior a porcentagem de pessoas que não sabem ler ou escrever.

Liniker Ribeiro
Movimento de pessoas no centro de Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Movimento de pessoas no centro de Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Uma das metas do PNE (Plano Nacional de Educação), a de reduzir a taxa de analfabetismo no Brasil, não foi atingida no ano de 2016, segundo aponta a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada hoje (21) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A taxa de analfabetismo das pessoas de 15 ou mais anos de idade no Brasil foi estimada em 7,2% (11,8 milhões de analfabetos). Apesar de estar abaixo da média nacional, os dados indicam que 6,3% da população sul-mato-grossense se enquadra na categoria.

A taxa de analfabetismo para as pessoas pretas ou pardas (7,6%), nomenclatura usada pelo IBGE, na mesma faixa etária, foi maior do que a observada entre pessoas brancas (4,6%) no Estado.

Entre jovem com 18 ou mais anos, a média geral é de 6,6%. Com 25 anos ou mais, a pesquisa identificou que 7,7% da população está entre o número de pessoas não alfabetizadas.

A pesquisa ainda levantou que, quanto maior a idade, maior a porcentagem de pessoas que não sabem ler ou escrever. Entre pessoas com 40 anos ou mais, a estimativa é de que 11,4% da população faça parte desse grupo. Entre os idosos, o número sobe para 19,9%.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions