A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/12/2012 14:04

Taxa de divórcio teve crescimento em MS no ano de 2011

Carlos Martins

O IBGE divulgou hoje que foram registrados em 2011 no pais 351.153 processos judiciais concedidos ou escrituras públicas de divórcios. Isso significa um crescimento de 45,6% no total de divórcios em relação ao ano de 2010. Em Mato Grosso do Sul a taxa de divórcio cresceu de 2,7 para 3,6 (em 2009 era de 2,3). Os dados fazem parte das “Estatísticas do Registro Civil 2011” do IBGE.

O total de divórcios registrados em Mato Grosso do Sul em 2011 foi de 5.410 no Estado, entre os quais 2.899 em Campo Grande (mais 220 separações judiciais no Estado).

A pesquisa mostra que taxa de divórcios teve comportamento diferenciado, atingindo o maior valor desde 1984 (2,6‰). O Distrito Federal registrou a maior taxa (4,8‰), seguido de Rondônia (4,7‰). Os menores índices foram observados no Maranhão (1,1 ‰), no Amapá e em Tocantins (ambos com 1,5‰).

O aumento ocorreu porque no segundo semestre de 2010 houve a supressão dos prazos em relação à separação, o que fez com que a taxa de divórcio atingisse 1,8‰. O ano de 2011 foi o primeiro no qual as novas regras foram observadas ao longo de todo o período, mostrando o impacto das alterações sobre a dissolução dos casamentos. Em função disso o número de separações caiu de 67.623 processos ou escrituras em 2010 para 7.774 em 2011.

As taxas de divórcios foram mais elevadas nos grupos etários compreendidos entre 30 e 54 anos, sendo mais elevada, no caso das mulheres, entre 30 e 34 anos. E no caso dos homens entre 35 e 39 anos e no grupo etário de 45 a 49 anos. As taxas de divórcios são mais elevadas que as dos homens nas idades mais jovens, até 34 anos e menores nos grupos etários acima de 35 anos.

As estatísticas referentes à faixa etária dos casais na data da sentença de divórcio mostram que as médias de idade tiveram declínio, em 2011, tanto para os homens como para as mulheres em relação ao ano de 2006.

Em 2011, idade média ao divorciar foi de 42 anos para os homens. Em 2006, essa idade era de 43 anos. Entre as mulheres a diferença reduziu também em um ano no período analisado, sendo a idade média atual de 39 anos. As médias de idade dos homens ao se divorciar por Unidades da Federação variaram de 41 a 45 anos. No caso das mulheres, o espectro foi de 37 a 41 anos, em 2011.

Em Mato Grosso do Sul, a união, em média, durou 13 anos, entre o casamento e a sentença do divórcio. Segundo a pesquisa, em 2011 a idade média do homem que se divorciou era de 41 anos e a da mulher 38. Em 2006, a idade do homem era de 44 anos e a da mulher 40.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...


E A TAXA DE CASAMENTO NÃO APARECE NESSA PESQUISA DO IBGE?
 
EDILENE DIAS CABRAL em 17/12/2012 14:25:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions