A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/10/2009 17:35

Treino foi consolo para quem não pode comprar ingresso

Redação

O treino da Seleção Brasileira, nesta tarde no Estádio Morenão, serviu de consolo para centenas de torcedores que não têm condições de pagar R$ 100,00 para assistir à partida contra a Venezuela, que será realizada na próxima quarta-feira (14), na Capital, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

Depois de um dia de chuva forte, quando todos imaginavam que a atividade seria cancelada, o tempo mudou, para a festa da torcida. Quem investiu na porta do estadio, acabou recompensado, com entrada liberada.

Em campo, Kaka e outros craques do futebol nacional se preparam para mais um disputa, apesar da classificação certa para a Copa de 2010 e arrancam gritos de uma torcida feminina animada.

Dunga afina o time, depois de uma derrota de 2 a 1 na Bolivia. A equipe reencontra o trio Kaka, Luis Fabiano e Gilberto Silva, jogadores que desembarcaram antes em Campo Grande, poupados da altitude boliviana.

Independente do desempenho fisico mostrado no treino, nenhuma reclamação foi ouvida, além do valor salgado do ingresso, que vai de R$ 100,00 a R$ 600,00.

"Não é acessível para o povo", reclama a microempresária Lúcia Dias, de 31 anos. Para a sobrinha de Lúcia, a atendente Fernanda Xavier, de 19 anos, o preço foi estipulado com base em jogos feitos em grandes centros, mas não se adequa à realidade do campo-grandense.

A estudante Fernanda Marchese, de 17 anos, conta que não irá ao jogo que "faltou dinheiro", e o treino de hoje foi a única chance de ver o jogador Nilmar, pois quando foi ao hotel onde os jogadores estão hospedados eles já haviam ido para o estádio.

O aposentado Paulo Dias da Cruz, de 70 anos, considera a entrada para o jogo "caríssima para os padrões da realidade brasileira". Para ele, o ideal seria que houvesse preço acessível pelo menos nas arquibancadas, que deveria, segundo Cruz, custar algo em torno de R$ 50,00.

Apesar de reclamar do preço, ele confessa que irá assistir à partida e aproveitar a segunda chance de ver a seleção pessoalmente, já que a primeira ele teve durante o treino desta tarde. "Não sabia que seria aberto, foi uma surpresa muito agradável", revela.

Contrapartida - A estudante de psicologia Giovana Tomazela, de 24 anos, que já comprou o ingresso para o jogo, defende que o valor cobrado é "justo", considerando a importância de um jogo da Seleção Brasileira.

Para ela, se o ingresso fosse mais barato, poderia comprometer a segurança e a organização do jogo. "

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions