ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

Três cursos da UFMS obtêm nota máxima no Enade

Por Redação | 04/09/2009 12:30

Em Mato Grosso do Sul, apenas três cursos de ensino superior obtiveram nota máxima no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes): Ciência da Computação, Sistema de Informação e Engenharia Civil, todos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) de Campo Grande.

O Inep/MEC (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira do Ministério da Educação) divulgou nesta sexta-feira os resultados obtidos por 7.329 cursos de graduação em todo o país. A escala vai de 1 a 5, equivalente ao pior e melhor resultado.

Dos 138 cursos oferecidos no Estado, cinco obtiveram conceito 1; 31 registraram avaliação 2; 43, nota 3, e 23 alcançaram nota 4. Trinta e três cursos entraram na classificação sem conceito.

O conceito 1, equivalente ao pior desempenho, foi registrado nos cursos de Ciência da Computação e Engenharia da Computação da Uniderp, Pedagogia (na Faculdade Integrada de Paranaíba e na Faculdade Integrada de Cassilândia) e Administração (Faculdade de Administração de Fátima do Sul).

Públicas - Na UFMS, o pior resultado foi verificado nos cursos de Eletrotécnica, no campus de Campo Grande, e Matemática, em Paranaíba. Ambos obtiveram conceito 2. Foram avaliados 40 cursos da instituição.

Com 24 cursos avaliados, a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) chegou ao conceito 4. O resultado foi obtido nos cursos de Geografia (Glória de Dourados), Pedagogia (Paranaíba), Química e Matemática (Dourados).

A UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) teve 11 cursos avaliados. Os cursos de Biologia, Pedagogia e História tiveram o melhor desempenho, com conceito quatro.

A prova foi aplicada em novembro do ano passado. O Enade é o fator de mais peso na hora de se avaliar as instituições. Os cursos que têm uma nota muito baixa recebem visita de técnicos do Ministério da Educação.