A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Janeiro de 2019

25/11/2011 12:32

Três mil contratos habitacionais devem desaguar na Semana de Conciliação

Edmir Conceição

Cerca de 3 mil contratos habitacionais devem ser colocados na mesa de negociação durante a Semana de Conciliação, entre 28 de novembro a 2 de dezembro. Segundo A Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação.

De acordo com o diretor da ABMH no Estado, José Carlos Teixeira, os mutuários devem ter muita cautela no momento de assinar eventual acordo, principalmente os que tiveram contratos amparados pela Lei 10.150 de 2000. Ele diz que a Caixa tem negado dar quitação para alguns mutuários, alegando que o FCVS (Fundo de Compensação de Variações Salariais) dá cobertura a apenas um imóvel por mutuário.

“Se a proposta prever a quitação do saldo devedor, o mutuário estará fazendo bom negócio. Se não, o mutuário que continuou pagando prestações posteriormente à edição da lei, ou seja, a partir de 2001, deverá pedir a devolução dos valores pagos indevidamente, corrigidos monetariamente”, orienta.

Especialista no sistema financeiro da habitação, Teixeira afirma que só em Mato Grosso do Sul existem mais de 2.000 contratos pendentes de quitação. A explicação, segundo o diretor, é que o banco não executa o contrato porque tem conhecimento de que, ao fazer isso, terá de quitar o financiamento. “Com isso, o mutuário segue pagando financiamento que já está quitado legalmente”, diz Teixeira, sugerindo que as pessoas recorram a especialistas do setor para esclarecer dúvidas.

Mega-Sena acumula e pode pagar até R$ 38 milhões na quarta
Ninguém acertou as seis dezenas da sorte na noite deste sábado (19) e o prêmio da Mega-Sena acumulou em R$ 38 milhões. O próximo sorteio está previst...
OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de impactos à saúde causados pela poluição, pelas...


Vivemos em um Pais (maravilhoso) democrático e livre assim, se comprou, tem que pagar. Nada mais justo é só pagar o combinado que ninguém despeja ninguém. Agora, que a roubalheira dos politicos está ficando sério, isso é verdade.
 
Jorge Junior em 26/11/2011 08:34:20
isso nao é tao moleza assim . mas sim uma briga de foice ao meio dia.
muitos sendo despejados mesmo com com imovel sobjudice.
problema serio pra quem compra da caixa e para o entao ocupante.
 
janilson cavalcante em 25/11/2011 04:18:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions