A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/03/2015 22:31

TVE e UEMS fazem parceria para programas de rádio e TV

Daniel Machado
Os programas, com abordagens sobre o estudo científico da Linguagem, serão voltados a três públicos – acadêmicos, professores e leigos. (Foto: Divulgação)Os programas, com abordagens sobre o estudo científico da Linguagem, serão voltados a três públicos – acadêmicos, professores e leigos. (Foto: Divulgação)

O diretor-presidente da TV Educativa e Rádio 104 FM, jornalista Bosco Martins, discutiu nessa quinta-feira com os professores doutores Marlon Leal Rodrigues e Rosimar Regina Rodrigues de Oliveira, do Núcleo de Estudos em Análise do Discurso da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (NEAD-UEMS), a assinatura de acordo de cooperação para a edição de três programas, um de rádio e dois de televisão.

Os programas, com abordagens sobre o estudo científico da Linguagem, serão voltados a três públicos – acadêmicos, professores e leigos. A UEMS participa com o conteúdo pedagógico e linguistas e a TVE vai produzir, editar e veicular os programas, que terão periodicidade semanal.

O professor doutor Marlon Leal Rodrigues, autor do projeto de pesquisa e extensão, diz que a linguística é a parte do conhecimento mais fortemente debatida no mundo acadêmico e os programas propostos são inéditos.

“Serão os primeiros programas sobre o tema em toda América Latina”, destaca Marlon Rodrigues. Segundo ele, a população vai conhecer, de forma mais popular, questões importantes das escolas do pensamento, escrita e linguagem, os sentidos das frases e das palavras no mundo da comunicação oral, figurativa e literal.

O objetivo, para ele, não é aprofundar nas divisões do estudo científico, mas fazer uma abordagem inteligível aos três públicos-alvo no âmbito da linguística teórica, histórica e regional, mostrando como as pessoas se comunicam com suas diferentes e particulares linguagens.

Marlon Rodrigues considera pertinente levar a público temas como diferenças e importâncias entre fala e escrita. “Há um mito de que a linguística é teórica e difícil, mas na verdade o que falta é a compreensão”.

Para o autor da proposta, a edição dos programas atenderá a demanda dos alunos, que compõem um dos públicos-alvo, “não apenas da área dos estudos da língua, mas também de outras áreas, como Educação, Psicologia, História, Jornalismo, Psicanálise, Filosofia, Economia, Fonoaudiologia e Administração, entre outras ciências… Em qualquer busca rápida na internet constata-se um número significativo para uma área que é desconhecida do grande público e estigmatizada dentro do seu espaço de atuação”.

Proposta - A proposta de um programa de televisão semanal busca divulgar o conhecimento sobre a língua e no Estado atenderá acadêmicos de Letras e cursos de Pós-Graduação.

A UEMS possui sete cursos de Letras e três programas de Mestrados em Letras, dois em Campo Grande e um em Dourados. Ainda, nessa mesma região, quanto aos programas de pós-graduação, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) possui três programas em Três Lagoas e um em Campo Grande; a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) possui um programa de Mestrado em Letras.

O projeto também vai ao encontro da demanda dos professores de Língua Portuguesa e áreas de interesse, como ciências humanas, jornalismo e psicologia.

Participaram ainda da reunião que definiu a parceria TVE-UEMS o jornalista Edmir Conceição, Gerente de TV e Produção, a jornalista Lú Bigatão, coordenadora de Produção, e César Roriz, coordenador técnico-operacional das emissoras do governo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions