A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/03/2009 13:19

Vander Loubet quer punição para PRF, por difamação

Redação

Na manhã de hoje, o deputado federal, Vander Loubet (PT), foi à Superintendência da PRF (Polícia Rodoviária Federal) pedir providências quanto ao envolvimento de seu nome em um depoimento onde Ademar Pereira Mariano, preso por estelionato, o acusa de envolvimento num esquema de corrupção na distribuição de casas da Agehab (Agência Estadual de Habitação).

"Estou indignado com esta situação. Quero que a PRF tome os procedimentos para punir os responsáveis", disse o deputado, ressaltando que vai até as últimas consequências.

O superintendente da PRF em Mato Grosso do Sul, Valter Favaro, disse que vai instaurar um processo administrativo para investigar as atitudes do policial Wolney Almeida após a prisão Ademar, que deve seu depoimento gravado em vídeo e veiculado em emissoras de TV.

"A PRF faz questão de investigar por que a TV Morena estava no posto policial [de Terenos, onde Ademar foi preso] naquele momento, por que as imagens foram feitas e de quem partiu a autorização para liberar as imagens", disse Favaro, acrescentando que sabia que uma equipe da emissora estava na região cobrindo uma apreensão de drogas. A primeira versão apresentada era de que a equipe estava no local para reportagem sobre embriaguez.

Vander disse ainda que amanhã vai à Superintendência da PF (Polícia Federal) pedir a quebra de sigilo telefônico de Ademar Almeida. "Sei que ele tem ligação com uma pessoa conhecida como Mendes Sá", adiantou sem dar maiores informações sobre quem é esta pessoa.

"Na minha avaliação está claro de que, se houve um complô, eu era a vítima", concluiu. Ao ser questionado sobre quem teria o interesse em prejudicá-lo o parlamentar respondeu: "é justamente isso que eu vim aqui pedir para a PRF".

Fatos

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions