A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/10/2010 07:44

Vetorial tem 30 dias para acabar com "pó preto" no ar

Redação

A siderurgia Vetorial, em Ribas do Rio Pardo, ganhou prazo de 30 dias acabar com a emissão de partículas na atmosfera.

O Ministério Público Estadual entrou com ação civil pública e obteve liminar da Justiça contra o "pó preto" que é jogado pela empresa na região. As partículas estariam poluindo, inclusive, o Córrego da Areia, que corta o terreno da indústria.

A ação civil constatou, por meio de vistoria técnica realizada no dia 09 de agosto, que a emissão é originada dos auto-fornos responsáveis pela queima do carvão vegetal, utilizado como matéria-prima para a produção do ferro gusa.

Segundo o MPE, técnicos contataram que a estrutura dos auto-fornos é ineficiente para conter a liberação das partículas durante o processo de produção.

"O pó preto liberado pelos fornos é transportado pelo vento até os bairros de Ribas do Rio Pardo, que ficam próximos à empresa, acarretando para a população do município problemas que vão desde a sujeira nas casas e roupas no varal, até de saúde como alergias e agravamento de doenças respiratórias", justifica o Ministério Público.

A Vetorial terá de adequar toda a estrutura responsável pelo transporte, armazenagem e queima do carvão bem como de outros processos que possam causar a liberação de resíduos nocivos ao meio ambiente e à população local.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions