A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

22/08/2009 06:49

Vigilância fecha mais uma farmácia em Dourados

Redação

Ação conjunta entre Vigilância Sanitária e o MPE (Ministério Público Estadual), feita ontem à tarde, resultou na interdição de mais uma farmácia irregular em Dourados, município distante 230 quilômetros de Campo Grande. Este é o terceiro estabelecimento irregular fechado em menos de dois meses, segundo matéria do site Dourados Agora.

De acordo com o gerente da Vigilância Sanitária, Jhones Santana, o estabelecimento estava sem o alvará e vendia medicamentos vencidos e importados do Paraguai, sem a regularização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Na inspeção, os fiscais detectaram ainda a ausência do farmacêutico responsável.

A Drogaria Mais, que é localizada na Rua Cuiabá, não é regularizada junto ao CRF/MS (Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul). Entre os medicamentos apreendidos com prazo de validade vencidos estavam analgésicos, antibióticos e laxantes.

O que chamou a atenção entre os produtos à venda foram as unidades de álcool em gel importado do Paraguai.

No fim do mês de junho, duas farmácias foram fechadas, uma delas, no jardim Água Boa, que já foi regularizada e trabalha normalmente, e a outra, na Cabeceira Alegre, o proprietário desistiu da atividade e montou no lugar uma lanchonete.

Nos três estabelecimentos a Vigilância encontrou medicamentos vencidos e com o lacre aberto.

O presidente do CRF/MS, Ronaldo Abrão, disse que a existência de farmácias e drogarias clandestinas atingiu nível crítico, portanto, há a necessidade de ampliar a discussão em Mato Grosso do Sul.

Dourados é considerada pela entidade como cidade estratégica por abranger 34 municípios e concentrar mais de 200 profissionais cadastrados no Conselho. O município possui 91 farmácias.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions