A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

12/10/2017 20:35

Voo que saiu de Dourados levando órgãos estreou novas rotas áreas

Nyelder Rodrigues
Avião da FAB usado para transportar os órgãos e fazer o primeiro voo das novas rotas (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)Avião da FAB usado para transportar os órgãos e fazer o primeiro voo das novas rotas (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O voo saindo de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - com órgãos doados para transplantes foi o primeiro a ser realizado dentro das novas rotas áreas implementadas no Brasil. A captação dos órgãos aconteceu no Hospital da Vida, sendo o doador um adolescente com morte cerebral em Laguna Carapã.

As novas rotas no espaço aéreo brasileiro entraram em vigor nesta quinta-feira (12) com a implementação da chamada Navegação Baseada em Performance, a PBN, realizada pelo Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo).

Foi possível diminuir em 15 minutos o tempo de viagem entre Dourados e Guarulhos com as novas rotas, que permitirão a redução do tempo de voo no país e impactará em cerca de 300 mil voos por ano.

Custos menores - Com a redução dos tempos de viagem, as aeronaves também diminuem o consumo de combustível e, consequentemente, os custos de voo. De acordo com os cálculos do Subdepartamento de Operações do Decea, a redistribuição dessas estradas do céu reduzirá o consumo de combustível das aeronaves em 2 mil toneladas por ano.

Além disso, o correspondente a cerca de 6.500 toneladas de gás carbônico deixarão de ser despachados no céu. Ao todo, a redistribuição das rotas vai alcançar cerca de 1,8 milhão de km² de espaço aéreo brasileiro.

Para permitir as novas rotas foram confeccionadas mais de 300 novas Cartas Aeronáuticas (mapas aéreos), que revelam os traçados dos novos caminhos. Segundo a FAB, com as novas rotas foi possível diminui 1430 milhas, o equivalente a 2.650 km, em trajetórias de voo na região. A distância corresponde a um voo entre o Rio de Janeiro e Macapá.

Transplante - Coração, rins, córneas, fígado e pâncreas foram captados do adolescente, que sofreu um acidente de moto. A equipe formada por pelo menos 11 profissionais de saúde, sendo grande parte médicos, chegou na tarde de quinta em Dourados. A captação aconteceu a noite e o transporte foi feito durante a madrugada.

Está é a primeira captação de coração feita no município. Uma estratégia para o rápido deslocamento da equipe foi preparada entre o aeroporto e o Hospital da Vida e do hospital para o aeroporto.

(Com informações da Agência Brasil)

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions