A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


03/06/2015 10:26

A derrota de ridículos tiranos no esporte

Reinaldo Rosa

CONHECE A CAUSA- Autoridade na comunicação radiofônica, Eder Mosciaro defendeu a tradução simultânea feita por Garcia Júnior na fala de Arnold Schwarzenegger no ‘Fantástico’ passado. Nada a opor. A falha na equalização foi o foco de reclamação de considerável número de telespectadores.

MODA QUE PEGA - O radialista Arthur Mario Medeiros Ramalho afirmou (neste Campo Grande News) terça-feira, que torce para que os ventos da renúncia do presidente da Fifa, Joseph Blatter, cheguem ao futebol sul-mato-grossense. “Como o sistema é ditatorial, na FFMS não existe eleição, o que existe é aclamação”. A quais ‘eleitores’ isso interessa?

DIGITAIS EM MS - “O estatuto montado pelo Cezário até pode ser legal, mas é imoral, antiético e antidemocrático. São tantos empecilhos jurídicos que você não consegue fazer oposição a ele. Se você supera um obstáculo ele cria outro”, declarou Arthur. Conhece-se, realmente, alguém, quando lhe dão poderes.

NA TORCIDA - O ex-jogador Amarildo Carvalho (também neste site), disse esperar que o movimento de mudança no futebol mundial, desencadeado pela Justiça norte-americana com a prisão de executivos da Fifa, incluindo o ex-presidente da CBF, José Maria Marin, por suspeita de corrupção, possa ser uma porta aberta para nova realidade no futebol brasileiro, especialmente em Mato Grosso do Sul. Arde a fogueira de paixões.

NO TO RACISM – Chamadas anunciam nova trama da Globo para o horário das 23 horas. Nada de atores negros nas pequenas cenas. Ator Milton Gonçalves diz ficar “puto com papéis secundários destinados aos afrodescendentes mas, preciso trabalhar”. A Vênus Platinada é um outro mundo.

MICO – “A Record ressuscitou a ‘A banheira do Gugu’, atração da década de 90. O “revival comemorativo”, na definição da emissora, produziu expectativas antes de ir ao ar e uma decepção geral ao final. O Ibope não subiu e o próprio apresentador deu sinais de total desânimo com o desfile de mulheres musculosas de short pelo palco do programa”, conforme Maurício Stycer, no Uol. Em rede de evangélicos biquíni não é de bom tom.

MICO 2 – Pitadas de assistencialismo, algumas doses de apelação, brincadeiras de gosto duvidoso, encontros e desencontros; receita pronta para programas de TVs –nacionais e de repetidoras regionais-. Tais ingredientes são usados por Ratinho e companhia para enfrentar audiência alheia. Simples assim.

PATRULHA – Beijo Gay; personagens de mesmo sexo ‘se dando bem’ e outras cenas do cotidiano são focos de manifestações de defensores de modus operandi politicamente corretos. A babaquice do preconceito (que a maioria nega ter) chegou à propaganda na TV. Comerciais do O Boticário é alvo de boicote por ‘corretos’ cariocas. Tudo é possível no mundo do pastor Marcos Feliciano; viva Bolsonaro.

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions