ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 21º

De olho na TV

O instigante convívio entre comunicadores e legisladores

Por Reinaldo Rosa | 04/03/2020 13:21

NÃO DEU OUTRA – Keliana Fernandes, através do trabalho realizado como apresentadora da TV Interativa, convenceu líderes partidários como possível fonte de votos. Não faltam convites para as mais diversas composições visando a campanha deste ano. Aé cargo de vice-prefeita no pacote de ‘ofertas’.

VERÃO PASSADO – Quando atuava no rádio de propriedade do ex-esposo, Marçal Filho, a apresentadora valia-se de programa para tentar ocupar lugar no legislativo local. Na campanha passada (2018) não foi feliz no anseio de alcançar os céus como deputada federal.

NEM VEM – Com experiência suficiente para conhecer o ninho que permeia as hostes políticas, Keliana saberá os aminhos a escolher –e percorrer-. Quem coloca seu nome como possível agregadora de votos para a chapa deve considerar os voos altos que ela estabelece para sua carreira.

ZÍPER – Foi boa a entrevista de Caroline Mendes, ao ‘Acorda Campo Grande’, na Globo FM-Campo Grande. A especialista em Direito Eleitoral explicou de forma simples e objetiva o significado da palavra ‘compliance’ em toda e qualquer atividade. Caso a palavra tenha sido assimilada em essência, alguns políticos -e futuros candidatos- abrirão mão da refrega eleitoral deste ano.

EM COMUM – Balanço da expectativa de chegada de novas emissoras de rádio à Campo Grande, não é dos melhores. ‘Morena FM’ e Globo-FM/Campo Grande’ tornaram-se apenas mais um veículo de captação e difusão de anúncios (oficiais principalmente) para empresários da comunicação. Aproveitamento da mão de obra local disponível quase zero.

CIDADE MARAVILHOSA – Aviso aos navegantes radialistas locais. A Globo FM carioca continuará mandando para nós a realidade e trejeitos de comunicadores do Rio de Janeiro. Além de Lívia Machado e Joel Silva –ao que parece- nada de novo no front da empregabilidade. Simples assim.

DESCE ENGASGADOFutebol sul-mato-grossense tem apoio da TV Morena (por imposição da rede Globo) e de emissoras da faixa WEB. Estádios continuam vazios e clubes impotentes para apresentar elencos atraentes aos torcedores. A ‘grande novidade’ para o setor é a volta da liberdade para venda de cervejas nos estádios’. É gol. Que felicidade.

VEJA BEM – A porta dos fundos da comunicação radiofônica continua aberta. Comunicador eleito para o legislativo sul-mato-grossense, através de ‘decreto personalíssimo’ instituiu que continuará entregando bolos de aniversários de 15 anos ao fiel público ouvinte de seu programa dominical. Parabéns.

MESMA TOADA – Notas de rodapé de jornais impressos passam despercebidas no radiojornalismo diário, em campo Grande. Certo ar de independência editorial possibilitaria aos radialistas comentarem fatos bizarros destas plagas. “Como foi possível o Mato Grosso do Sul viver, até hoje, sem o Dia do Tcheco e Eslovaco”, por exemplo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário