ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SÁBADO  02    CAMPO GRANDE 35º

De olho na TV

Adequações marcam ausência de criatividade

Reinaldo Rosa | 15/06/2015 10:53

NOVA TVE - O ‘Caipira nato’ tem em seu conteúdo a música de raiz, culinária pantaneira, histórias e causos da cultura caipira. Para o jornalista Bosco Martins, “nova grade da TVE tem o objetivo de consolidar a identidade regional de Mato Grosso do Sul”. É realizado por meio de Parceria Público Privada entre a TVE e Mega Filme.

AOS POUCOS – Os jornalísticos da TV Morena passaram a ter nova cara com a chegada do diretor Orlando Loureiro. Sem pautas fixas, repórteres buscam a valorização dos informativos com um olho na câmara e outro em futuros resultados.

LINHA DE PRODUÇÃO – Chama a atenção de telespectadores o troca troca de matérias entre os telejornais da emissora. Com as novas mexidas, paulatinamente, o fato tende a registrar queda, segundo informações enviadas à coluna.

NO MAIS – Continua a sessão ‘A Praça é Nossa’ nos mais variados pretensos programas jornalísticos de repetidoras regionais de TV. A busca de audiência –e possível aumento de receita- segue tática de nivelamento por baixo nas respectivas produções.

RÁDIO – Entrevistas –na escrita, falada e televisada- só têm valor para seus protagonistas. Educados entrevistadores não criam saias justas a convidados a deitar falação. Quem tem rabo preso não dá chances a ‘jornalistas inoportunos’. Bate papo em ter a presidente Dilma Rousseff e Jô Soares é exemplo da inocuidade desse tipo de pauta.

PATRULHA – Tragicômico são comentários de anti petistas ao desempenho de Jô frente à presidente e respeitando a liturgia do cargo da entrevistada. Não mais que de repente o apresentador passou a ser considerado o porta voz do poder e outras bobagens por experts do comportamento de entrevistadores.

PADRÃO DE QUALIDADE - A Rede TV! iniciou trabalho visando mudanças e ganho de qualidade. O ‘Teste de Fidelidade’, do João Kleber, foi a primeira vítima. Nova oportunidade será dada ao apresentador através de revista eletrônica com shows de calouros de todos os tipos e de apelo emocional. Nada do que já não está no ar.

Nos siga no Google Notícias