A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


27/11/2015 14:34

Campo Grande é fantástica

Reinaldo Rosa

QUE FASE - Chamadas para o próximo Fantástico, na Globo, anunciam matéria sobre escândalo da pedofilia em Campo Grande, que culminou na renúncia de vereador e outros que convivem sob a suspeita de envolvimento no caso. Falem mal, mas falem de nós.

OUVIDO ACEITA TUDO – No pequeno universo de emissoras de rádio da capital é grande a preocupação de empresários da comunicação com a audiência. FM Capital reverbera pesquisa que a coloca como líder na cidade. Outra garante que é ela a primeira colocada “na preferência dos ouvintes”. Quanto à programação, impera a mesmice. Em todas.

ALVI – São poucas as opções. Leitor da coluna reclama –e acusa- leve impressão de noticiário "chapa branca" em informativo radiofônico da capital. Muitos secretários e dirigentes de segundo escalão têm escala na fila de entrada.

RENOVADO - Gustavo Mendes retorna à Campo Grande para apresentação de ‘Show com tudo dentro’, em única apresentação, dia cinco de dezembro, às 21 horas, no Palácio Popular da Cultura. Promoção de Pedro Silva.

A CADA ESCÂNDALO UM FLASH - O jornalista Maurício Ferraz, da rede Globo, já se enturmou com a galera de Campo Grande. Coluna social-fotográfica, em jornal impresso, estampa foto do moço em noitada na Capital Morena. Ninguém é de ferro.

EFEITO GLOBO – O comentarista Casagrande, na Globo, cometeu a ‘audácia’ de vaticinar que “no Allianz Park, o Palmeiras leva vantagem”. Choveram comentários nas redes sociais por parte de espantados e atentos espectadores quanto à quebra do protocolo ‘Naming Rights’ da emissora. De resto, no país, está tudo bem.

VC NA COLUNA - “A TV Morena deve reciclar a prosódia de seus repórteres urgentemente. Erros e vícios de dicção são uma constante, sem inflexões adequadas, o que compromete a credibilidade da informação transmitida. Percebe-se que a emissora investiu na idade mais jovem de seus jornalistas e isso, somado à inexperiência profissional, deixa muito a desejar para a importante função de passar seriedade ao telespectador”. Athayde Alves no FB.

Rádio esbanja potência, mas com público restrito
O ELO – No Brasil todo está disseminada a prática de terceirização de espaços na comunicação falada. Cronistas do rádio esportivo ficam à mercê do bo...
O bagunçado e voraz mercado local das rádios
SENHORES PASSAGEIROS – Nivaldo Mota, João Flores, Miltinho Viana e Marcelo Nunes têm algo em comum. Foram revelados para o rádio de MS originários do...
Sem novas ideias, rádio de MS definha
SINTONIA GROSSA – Tratado como penduricalho de informações oficiais, o rádio de Mato Grosso do Sul definha por não renovar estratégias comerciais de ...



Nossa taí uma coisa que Campo Grande não tem, rádio boa, nem razoável vai, a Blink veio com uma proposta totalmente diferente mas acabou morrendo na mesma programação das outras rádios, eu não entendo, será que os patrocinadores fazem as rádios tocar só sertanejo? Será que eles se recusam a patrocinar se tocar musica decente? Sinceramente nos anos 80 qualquer fm dava baile nas que estão aí hoje, a Capital era uma que já foi boa mas hoje é o mesmo lixo de todas as demais.
 
Max em 27/11/2015 16:53:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions