A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Maio de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


10/07/2015 11:24

Castelos de areia sempre desabam

Reinaldo Rosa

MEIO CHEIA - Nada muda nas regras da propaganda eleitoral aprovadas nesta semana; diminuição do tempo do horário e aumento do período de exibição das inserções. Sem transmissão em rede, mensagens são fracionadas em 30 segundos e exibidas durante toda a programação; não há como o espectador-eleitor fugir dos blá-blá-blás de sempre.

PERERECA DA VIZINHA – Em Dourados, a propaganda é veiculada pela campeã de audiência zero, RIT TV, do bom pastor Romildo Rosa Soares. A cidade, que não é sede geradora da TV Morena -nem outra de expressão- tem de assistir a inserções da série ‘Eu Prometo’ de candidatos de Ponta Porã. Concorrentes douradenses gastarão pequena fortuna com produções televisas para pífios resultados. Simples assim.

FAÇA O QUE DIGO - Legisladores douradenses como Geraldo Resende e Marçal Filho, nunca atentaram para este detalhe. O jornalista Valfrido Silva lembra frase de ‘seu’ Zahran que –em ocasiões de chiadeira de políticos locais sobre esta questão- dizia: “é só virar uma chave lá e tudo se resolve”.

CANAL POR ASSINATURA - Quem sonha em conquistar algo na política douradense acreditando no poder mágico da televisão continuará sonhando. ‘Debates’ em cultos de R.R. Soares, transmitidos pela RIT TV não rendem votos. Estes não ‘saem, em nome de Jesus’.

MUITO BOA – Interessados em pesquisas da boa música da terra não podem deixar de assistir ao ‘Arquivo Musical’, da TV Educativa. Informações sobre intérpretes e sons ‘que não se ouvem mais’ estão presentes na atração.

FALANDO NISSO – Com imagens na memória, o mesmo vale para o ‘Encontro de Gerações’, apresentado por Ciro de Oliveira, na 104 Rádio Educativa FM. ‘Um passeio pela música contemporânea’ como informa encarte da emissora.

ROY ROGERS – Segundo Rogério Martins, interpretar Elton John não é tarefa fácil: “é uma grande produção, que exige imenso trabalho de pesquisa. Para chegar o mais próximo possível da perfeição foram estudados os gestos, a forma de se portar no palco, de falar, o tom de voz e outras características de Elton John”, revela. É este o espetáculo que apreciadores de boa música encontrarão no palco do Palácio Popular da Cultura, neste sábado, numa produção de Pedro Silva e família.

 

Rádio esbanja potência, mas com público restrito
O ELO – No Brasil todo está disseminada a prática de terceirização de espaços na comunicação falada. Cronistas do rádio esportivo ficam à mercê do bo...
O bagunçado e voraz mercado local das rádios
SENHORES PASSAGEIROS – Nivaldo Mota, João Flores, Miltinho Viana e Marcelo Nunes têm algo em comum. Foram revelados para o rádio de MS originários do...
Sem novas ideias, rádio de MS definha
SINTONIA GROSSA – Tratado como penduricalho de informações oficiais, o rádio de Mato Grosso do Sul definha por não renovar estratégias comerciais de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions