A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


08/07/2013 08:35

Economia é bola da vez das redes

Reinaldo Rosa

ECOS DA IMPRENSA – Emissoras de rádios, repetidoras de TVs, sites e jornais impressos noticiaram a aberração verificada na extensão da Av. Júlio de Castilhos esquina com a Capibaribe. A barreira que impedia o acesso do fluxo bairro-centro foi eliminada.

COMPENSAÇÃO – Conforme noticiou este Campo Grande News, a aberração foi ‘transferida’ para outra esquina. Motorista que transitar pela rua Yokoama e desejar contornar à esquerda para atingir a avenida Júlio de Castilhos é ‘convidado’ a conhecer as obras de restauração da antiga rotatória acima.

‘NOTICIÁRIO’ DE RÁDIO –“Traficante foi preso com Tablets... não, não; repito... traficante é preso com tabletes da maconha....’. O que poderia ser piada é –ou foi-, na realidade, o anúncio da “leitura das notícias de jornais deste sábado” pelo ajudante de ordens do vereador Coringa, na Difusora, de Campo Grande. Boletim de rádio jornalismo também é cultura.

QUEM NÃO É DO RAMO – As gastanças feitas pelo ‘bispo’ Honorilton Gonçalves, quando estava à frente da direção da rede Record provocou intensa campanha de contenção de despesas. Em São Paulo, na sede da emissora, o quadro de funcionários começou a diminuir.

“RESPINGOS – Segundo Ricardo Feltrin, da Folha de São Paulo, ‘afiliadas da Record temem ‘dedo’ de bispos na programação”. Em Campo Grande a migração de excelentes profissionais do jornalismo da TV Morena para a rede MS foi feita à base de propostas salariais irrecusáveis.

CASA DO PERIGO – Jornalista alvo das primeiras mudanças de endereço da Avenida Eduardo Elias Zahran confidenciou à coluna que sua admissão foi registrada como funcionária da sede da emissora paulista. As atividades na Rede MS têm status de cedência, digamos assim.

MEXIDA QUE DEU CERTO – O entra e sai – da TV Morena para a Rede MS- é algo positivo a registrar. Além do comodismo de então da primeira, a retransmissora local da Record promove jornalismo de alto nível e, como conseqüência, até prêmio da categoria conquistou.

ENCÍCLICA – A parcela da Igreja Universal do Reino de Deus ligada à Rede MS recebe –e segue- orientação da matriz de Sampa. Os bons resultados registrados na retransmissora local deverão prevalecer sobre toda e qualquer instrução de corte de gastos verificada em São Paulo por conta das aventuras do senhor Honorilton.

VAI NA ONDA – As mudanças – com fins econômicos- da Record e a sempre presente decisão de Silvio Santos aplicar em atrações não atrativas da produção mexicana, resultam em folga à rede Globo. O caixa baixo das concorrentes dá oportunidade a ela de não aumentar salários atuais e não se preocupar com assédios através de ricas propostas da concorrência. Simples assim.

NA DRAMATURGIA - A Record também está vendo minguar o seu elenco fixo. A emissora, que já chegou a abrigar quase 300 pessoas em seu banco de atores, atualmente não tem nem 200, segundo o jornal paulista.

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions