A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 30 de Maio de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


16/05/2016 11:42

Opinião e conjuntura nacional mudam de estação de rádio

Reinaldo Rosa

CHEGUEI PRIMEIRO – O ‘Tribuna Livre’, da FM Capital, é líder de audiência no rádio jornalismo de Campo Grande. Iniciativa – e perseverança – de Rui Pimentel, o tempo em que o informativo se mantém no ar resultou na atual liderança.

QUEBRA DE BARREIRA – Estreita ligação da classe política com empresários da comunicação –rádio em especial – manteve o jornalismo em plano secundário por muito tempo. A acanhada libertação dessa amarra proporciona maior participação de profissionais que fazem da notícia seu mister.

CUMPRIR TABELA – Regra remanescente da ditadura militar, informativos têm de ser colocados na programação diária de emissoras de rádio e televisão. Em Mato Grosso do Sul, a informação apenas cumpria a determinação em pequenos boletins pinga gotas.

LESMA LERDA – A enxurrada de notícias sobre fatos que acontecem à toda hora provocou a abertura de novos horários para a informação através do rádio de MS. Informativos televisivos matinais, vespertinos e noturnos demoraram para serem considerados, também, como alavancadores de audiência radiofônica.

EM 20 MINUTOS – Tudo pode mudar. Slogan da Band News FM justifica a abertura de novos horários para o rádio jornalismo. ‘Resenha da Cidade’, em Amambai; ‘RCN Notícias’, na Cultura FM, em Paranaíba e, ‘Capital Meio Dia', FM Capital, são alguns dos noticiosos transformados em espaços para a formação de opinião. Audiência é questão de tempo.

MIOPIA – Há décadas, a Rádio Bandeirantes, de São Paulo, era líder em transmissões esportivas. Ao ampliar a pauta jornalística, tornou-se uma das mais sintonizadas do país; Band News é a prova. Rádio Jovem Pan foi na cola; mesmo optando pela pauta parcial favorável aos plantonistas dos poderes constituídos.

OS CULPADOS – Sinal dos tempos, sites de notícias provocaram mudanças no hábito da obtenção de notícias. Jornalões nacionais – e mundiais – acusaram o golpe e se atualizaram com versões eletrônicas. Emissoras de rádio sul-mato-grossenses ainda insistem na audiência proporcionada por vitrolões de musicais de fácil digestão.

FAMOSO QUEM – A televisão emite cerca de 700 comerciais por dia. Por mais elaborados e criativos que sejam as produções, poucos registram bom recall frente aos telespectadores. O que dizer, então, de mensagens radiofônicas que têm a simples leitura de textos de produtos e serviços?

MÚLTIPLA ESCOLHA – Responda em trinta segundos: qual empresa, produto e/ou serviço anunciados em emissora de rádio que o leitor se lembra?

Rádio esbanja potência, mas com público restrito
O ELO – No Brasil todo está disseminada a prática de terceirização de espaços na comunicação falada. Cronistas do rádio esportivo ficam à mercê do bo...
O bagunçado e voraz mercado local das rádios
SENHORES PASSAGEIROS – Nivaldo Mota, João Flores, Miltinho Viana e Marcelo Nunes têm algo em comum. Foram revelados para o rádio de MS originários do...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions