A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Maio de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


29/07/2016 11:02

Poderes agem se provocados por emissoras de MS

Reinaldo Rosa

FORÇA DO RÁDIO – A Rádio Caçula, de Três Lagoas, noticiou que jovens foram assediadas por supostos agenciadores de modelos. Sintonizada na emissora, a polícia começou a investigar o caso e a casa dos ‘caça-talentos’ caiu. Causa e efeito do rádio jornalismo. Simples assim.

ELA E ELE – Ana Carolina e ‘seu’ Jorge em ‘Ana e Jorge’, turnê nacional 2016. Dia 20 de agosto, no Buffet Ondara Palace, com abertura da casa às 22 horas. Mais uma super promoção de Jamelão e Pedro Silva.

POR ESPORTE – Cronistas esportivos de Campo Grande, cada vez mais, miram pauta para diversos tipos de esportes praticados em Mato Grosso do Sul. Menos o futebol. De tão combalido, abre discussões sobre se ainda há – ou não – futebol profissional no Estado.

BURRA CHEIA – O deputado Maurício Picarelli deve assumir a gerência da TV Guanandi. O filho, Picarelli Junior, será o diretor geral e antecipa “diversas novidades”. Em tempos de crise econômica, quem tem, põe; quem não tem, se retira. Não vote sem ler.

CAÇA TALENTOS – A Rádio Educativa UFMS 99.9 disponibiliza um espaço em sua grade de programação para propostas da comunidade. Todos podem apresentar projetos, que serão analisados pelo grupo de trabalho da emissora. Os programas podem contar somente com apoio cultural. A entrada da proposta na grade de programação da FM fica condicionada a aprovação do grupo.

VC NA COLUNA – “Nada que não possa piorar ainda mais!" - Valfrido Silva.

VC NA OLUNA II – “Agora a TV Guanandi falirá de vez. No dia em que saiu da Record, Picarelli afirmou que estava se aposentando. Falasse verdade, que ia para outra emissora. Agora a Guanandi vai virar palanque político e para explorar a boa fé do povo” - Tarjino Silva.

VC NA COLUNA III – “(sobre) Tabajara - Se fosse a anta, mentirosa indigesta e corrupta da Dilma este fato seria visto como corriqueiro, normal, afinal, para o deleite da petezada as atitudes bizarras e desonestas de seus ídolos lhes enchem de vaidades de orgulho, como se tivessem presenciando um ato heroico” - Antonio Mazeica.

Rádio esbanja potência, mas com público restrito
O ELO – No Brasil todo está disseminada a prática de terceirização de espaços na comunicação falada. Cronistas do rádio esportivo ficam à mercê do bo...
O bagunçado e voraz mercado local das rádios
SENHORES PASSAGEIROS – Nivaldo Mota, João Flores, Miltinho Viana e Marcelo Nunes têm algo em comum. Foram revelados para o rádio de MS originários do...
Sem novas ideias, rádio de MS definha
SINTONIA GROSSA – Tratado como penduricalho de informações oficiais, o rádio de Mato Grosso do Sul definha por não renovar estratégias comerciais de ...
Futebol fraco restringe cobertura à Série D via rádio
O QUE FAZER – Domingo de abertura do Campeonato Brasileiro de futebol e os cronistas esportivos de Mato Grosso do Sul sem a parte que lhes cabe na co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions