ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, DOMINGO  28    CAMPO GRANDE 33º

De olho na TV

Sem adesão ao digital, sinal analógico permanece

Por Reinaldo Rosa | 14/08/2018 11:27

ÚLTIMA HORA – Não deu outra; foi ampliado prazo para desligamento do sinal analógico para Campo Grande e Terenos. Cidade Morena não atingiu índice necessário de residências com sinal digital. 31 de outubro é o próximo 'Dia D'.

NA FRENTE – Antecipando a prazos determinados, a Fertel já ativou o sinal digital para Dourados (data seria novembro). "Desde o dia 11 deste mês está disponível o sinal digital da rede pública de televisão sul-mato-grossense", segundo Bosco Martins, diretor da autarquia.

NA FRENTE 2 – A TVE Cultura abandonou a transmissão da programação da TV Brasil optando pelos trabalhos da TV Cultura de São Paulo. Índices internacionais colocam a atividade da emissora paulista como a segunda de melhor qualidade no mundo. Em Mato Grosso do Sul telespectadores já têm toda a transmissão no sinal digital.

PODE ISSO ARNALDO – Reportagem da 'TV i' –no horário do almoço- sobre atendimento em UPA da capital teve duração de 30 minutos, aproximadamente. Vasto comentário do apresentador tornou desnecessária as imagens do evento e intervenção do repórter. Mas tudo foi repetido.

QUEM SE ESTABELECE – Lamenta-se a falta de gente do ramo na direção da repetidora da Band, em Campo Grande. Profissionais gabaritados são subaproveitados na forma claudicante de representantes de seita religiosa alheios a princípios de informação e entretenimento televisivo. Simples assim.

GASTANDO SOLA – Radialista Talmir Nolasco obedece convocação e, temporariamente, divide seu tempo após cumprir obrigações diária na Ouvidoria da PMCG. Tem difícil missão de tentativa de eleição a deputado estadual de proprietário de jornal impresso da capital morena.

ATENDENDO A PEDIDOS – Fonseca Jr mandando notícias do rádio na região de fronteira do Estado. Programação implantada na madrugada da 'Amanda FM', de Amambai, foi aumentada atendendo solicitações de ouvintes. No período da tarde a forma volta ao ar com outra apresentadora. "O povo não aguenta mais universitário que não se forma", comenta o apresentador.

ORGANIZANDO O CRIME – Redes de TVs repercutiram informações desabonadoras, digamos assim, sobre Mato Grosso do Sul. Municípios Coronel Sapucaia, Paranhos e Ponta Porã têm posição de destaque entre cidades campeãs em morte por mil habitantes.

O ANO QUE NÃO ACABOU – Onde você estava –e o que fazia- em 1968? O radialista-pesquisador Ciro de Oliveira, selecionou 49 sucessos –nacionais e internacionais- daquele ano de chumbo que estarão nas quatro horas do próximo 'Encontro de Gerações', na FM 104 Educativa. By the time I get to Phoenix.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário