ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  01    CAMPO GRANDE 19º

Em Pauta

A melhor maneira de chegar nos 100 anos é escolher os pais

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 02/04/2020 07:07
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O que se pode afirmar no momento é que aproximadamente apenas um em mil vive para chegar a um século de idade. Não sabemos muita coisa sobre as pessoas que vão além disso, em parte por não haver muitas. Um grupo de pesquisas da Universidade da Califórnia monitora todos os supercentenários do mundo, ou seja, pessoas que completaram 110 anos. Poucos entram nesse clube fechado. Monitoram em torno de 70 supercentenários, mas acreditam que exista o dobro.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

E para chegar aos 110?

As chances de você viver para comemorar seus 110 anos são de cerca de uma em sete milhões. Antes do vírus. Ser mulher ajuda bastante. A probabilidade de chegar aos 110 é dez vezes maior. Curiosamente, elas sempre viveram muito mais. É um pouco contra-intuitivo ao pensarmos que nós não morremos de parto (até bem pouco tempo, o parto ceifava mais vidas que qualquer vírus).


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A campeã continua sendo uma francesa.

Não se sabe de ninguém que comprovadamente tenha vivido mais que Jeanne Louise Calment, uma francesa da Provença. Faleceu aos 122 anos e 164 dias em 1997. Também é curioso saber que a madame Calment levou uma vida de ócio. Filha de um rico construtor de navios e o marido um empresário próspero, madame não queria saber de praticar exercícios, trabalhar ou cumprir as determinações médicas modernas.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Eterna fumante, mas sem pregas.

Foi fumante a vida inteira. Aos 117 anos, quando enfim parou, seguia fumando dois cigarros por dia. E ainda consumia mais de um quilo de chocolates por semana. E, mesmo assim, tinha uma saúde de ferro. Mas tinha um enorme bom espírito. Uma de suas piadas mais conhecidas era de ufanar-se sobre pregas: "Eu só tive pregas em um lugar, e estou sentada sobre ele".


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O japonês e os genes.

A ciência passou a acreditar que chegar aos oitenta anos é em grande parte resultado de um estilo de vida saudável, além disso, o determinante é a genética. Jiroemon Kimura parece confirmar a tese. Esse japonês é o homem mais velho do mundo. Faleceu aos 116 e 54 dias em 2013. Teve uma vida muito pacata. Seu trabalho em comunicações nunca lhe cobrou suor nem estresse. Teve um estilo saudável de vida, como a maioria dos japoneses. O gracejo científico é: "A melhor maneira de assegurar a longevidade é escolher seus pais".