A notícia da terra a um clique de você.
 
05/05/2019 09:00

Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile

Mário Sérgio Lorenzetto
Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile

Kent Cullers é um astrofísico que, desde criança, sonhou em trabalhar na NASA. Jamais se deteve até consegui-lo. Durante vários anos foi o responsável pelo famoso programa SETI, destinado a encontrar sinais de inteligência extraterrestre no espaço. Só há um simples "detalhe", Cullers é cego. Essa peculiaridade fez com que o diretor de cinema Robert Zemeckis nele se inspirasse para criar um dos personagens do filme "Contact".
A história de Cullers, como a de Ray Charles e de Jorge Luis Borges, nos mostra que com tesão é uma vocação verdadeira, os deficientes visuais podem desempenhar qualquer atividade profissional. Com tesão, vocação e a ajuda das ferramentas adequadas, é claro.

Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile
Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile

A platinada genial criou o Bitlab.

"Loira e burra". O estereótipo mais imbecil, popular no Brasil, ganha mais uma adversária de nome e respeito. É provável que ainda não ouviram falar em Kristina Tsvetanova. Essa loura platinada resolveu ajudar o amigo Cullers. Criou um tablet para que ele utilizasse, como nós, toda a web existente. Kristina teve a ideia quando viu as dificuldades que Cullers tinha para inscrever-se em um curso online. Algo que é simples para nós, era difícil para Cullers. Essa engenheira búlgara resolveu derrubar o abismo da brecha digital para os deficientes visuais. E conseguiu. "Só 1% de toda a informação digital está disponível em braille. E esta é a única possibilidade que tem crianças e adultos de aprender a ler e escrever", disse Kristina. "É crucial para encontrar um emprego", afirma a bela. O mundo tem 285 milhões de pessoas com incapacidade visual, consequentemente, com pouquíssimo acesso à internet. Ou melhor, tinha. Kristina resolveu o problema. Criou na Austria a Bitlab, o primeiro tablet do mercado capaz de converter em braille textos e gráficos procedentes da web e melhor, tudo feito em tempo real. O sistema criado por Kristina consiste em um líquido inteligente que se levanta formando pequenas bolhas para que possa ser lido.

Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile
Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile

Para sentir-se parte da sociedade informatizada.

Kristina diz que com o Bitlab todos os deficientes visuais poderão estudar, trabalhar e jogar. Poderão fazer parte da sociedade informatizada da qual ninguém deve ser excluído. Ela acredita que os dispositivos que utilizam o áudio não competem com o Bitlab pelo simples fato que o braille nunca morrerá, tal qual a nossa escrita.

Deficientes visuais: tablet para traduzir webs ao braile
imagem transparente
Busca

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.