ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  03    CAMPO GRANDE 24º

Em Pauta

Na história: "Os banheiros são para os criados"

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 22/10/2020 07:21
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

É razoavelmente conhecida a história dos primeiros espanhóis e portugueses que chegaram ao Brasil. Sabemos que eles, ao contrário dos indígenas, não tinham o costume de tomar banho. Ou melhor, tomavam banho uma vez ao ano. Em uma casa portuguesa, o banho era tomado em um só dia do ano, normalmente em maio. Primeiro entrava o pai, em seguida, a mãe e os filhos vinham a seguir na ordem decrescente das idades. O mais novo era o último a entrar na água, nesse momento imunda. Mas a aversão aos banhos perdurou por séculos.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Hotéis criaram o costume de construir banheiros.

A história dos banheiros não surge nas residências. Os hotéis foram os primeiros a construírem banheiros. As cidades no mundo todo enfrentavam frequentes surtos de cólera e de febre amarela. N.York, no fim do século XIX, era conhecida como "o grande fedor". E devido aos excessos de sujeira, foi lá que pela primeira vez, os moradores de uma cidade, desde a época do Império Romano (onde todos tomavam banho), receberam água limpa. O primeiro hotel do mundo a oferecer um banheiro foi o Mount Vernon Hotel, em N. Jersey. Isso ocorreu em 1853 e estava tão à frente de seu tempo que mais de meio século se passou até que outros hotéis oferecessem tal "extravagância ".


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Água na cozinha, no banheiro não.

Nas casas particulares a situação continuava mal cheirosa. Até o fim do século XIX, alguma poucas casas tinham encanamento de água que chegava até a cozinha e talvez para uma privada (que não ficava no banheiro). Mas faltava um banheiro, mesmo quando a pressão da água permitia. Quem mais apresentava relutância em adotar um banheiro em suas vidas eram os ricos. "Os banheiros são para os criados", para aqueles que trabalhavam e suavam.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Os banheiros não eram decorados.

De início ninguém decorava um banheiro, assim como hoje não pensamos em decorar um porão. Eram friamente utilitários. Nas casas existentes, colocar um banheiro foi um enorme transtorno. Normalmente tomavam o lugar de um quarto de dormir. Também eram enfiados embaixo de escadas. As banheiras e pias não tinham medidas únicas. Eram dos mais variados tamanhos. Muitas, nem mesmo entravam em casas previamente existentes. Havia ainda o problema de dar às banheiras e pias um acabamento que resistisse bem, sem lascar, manchar, criar rachaduras ou simplesmente desgastar-se. A água quente mostrou-se altamente corrosiva. Foi com a invenção da porcelana esmaltada, por volta de 1910, que as banheiras e pias se tornaram duráveis e bonitas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário