ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 22º

Em Pauta

Novas pesquisas explicam porque a covid mata o dobro de homens

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 24/01/2021 07:00
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Apesar de quase um ano de pesquisas, ainda não está totalmente claro o porque da covid matar mais homens que mulheres. Mas há novas pesquisas. Isso acontece com outras enfermidades e em parte se deve a fatores externos de comportamento e estilo de vida. Mas ainda assim, a diferença é tão brutal que tem de haver algo mais. E há: o sexo biológico.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Sexo biológico e sistema imune.

O sexo biológico influi de maneira determinante no funcionamento do sistema imune, algo também observado nos outros animais. No geral, as mulheres têm um sistema imunológico mais efetivo que os homens. Por exemplo, as mulheres geram mais imunidade contra a gripe que os homens após a vacinação. Essa fortaleza imune de melhor eficácia se da desde os primeiros meses de vida: as bebês são mais resistentes que os nenês. Elas também suportam mais as infecções em geral e a fome.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

As diferenças moleculares e celulares.

Todos já conhecem a tempestade de citoquinas, aquelas reações destrambelhadas de nosso sistema imunológico que matam mais que o vírus. A produção dessas letais cotoquinas é muito maior nos homens que nas mulheres. Além disso, os homens geram menos linfócitos T, aqueles capazes de fazer uma ótima identificação das células infectadas e destruí-las, impedindo a proliferação dos vírus. Há pouco tempo um novo estudo identificou uma grande quantidade de anticorpos defeituosos em nosso organismo que pioram nossa saúde e podem provocar a morte. Em 95% dos casos conhecidos ocorriam em homens.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O papel do gene TRL7.

Há um gene no cromossoma X denominado TRL7, descobriu uma pesquisa holandesa. Esse gene é fundamental para detectar a entrada de um vírus em nosso organismo. Há alguns genes TRL7 que são defeituosos, não "enxergam" a entrada de vírus no nosso corpo. Os homens afetados pelo vírus, só tem uma cópia do X, se tiver alguma TRL7 defeituosos, não "enxergarão" a entrada do vírus. Já as mulheres, como todos sabem, tem duas cópias do X, uma vantagem muito importante quanto a defeitos do gene TRL7.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Envelhecimento imunológico.

Como o resto do corpo, o sistema imune envelhece, mas não no mesmo ritmo entre homens e mulheres. Os homens têm um debilitamento de suas defesas a partir dos 63 anos, aproximadamente. Esta senectude do sistema imune ocorre também em mulheres, mas chega uns cinco anos mais tarde.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Diferença hormonal.

O estrogênio - um hormônio feminino - regula o funcionamento de muitas células do sistema imune. Baixa o nível das citoquinas, por exemplo, aquelas proteínas responsáveis pela tormenta mortal. Mas o efeito protetor do estrogênio só dura até a menopausa.
Esse conjunto de diferenças, todavia, não explicam a terrível diferença nas mortes pela idade. A morte por covid é multiplicada por oito a partir dos 55 anos e em pessoas com mais de 65 anos, é 64 vezes maior.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário