ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Em Pauta

Os Terenas na Guerra do Paraguai: a população e os costumes

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 16/05/2024 08:40
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O povo que denominamos Terena, em verdade, era constituído também por kinikinaus, guanás, laianos e chooronós. Os Terenas eram três quintos da população. Os demais, já naquela época, estavam em vias de desaparecimento. Os chooronós eram considerados os mais dóceis. A língua era idêntica para todos. Os homens vestiam-se com um pano de algodão da cintura para baixo. As mulheres, levavam esses panos presos logo abaixo dos seios desnudos e amarrados em uma das coxas.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A alimentação terena.

Arroz, milho, alguma carne.... essa a alimentação típica dessa aldeias próximas a Miranda. O que surpreendia os brancos, no entanto, era a total ausência de planejamento alimentar. Quando as colheitas eram fartas, comiam tudo em pouco tempo. O resto do tempo, alimentavam-se de cocos e frutos das matas. O tarumã constituía a principal alimentação nos períodos sem grãos e de poucas carnes.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

As aldeias terenas.

Na região, existiam dez aldeias. As principais era a "Naxedaxe", a mais próxima de Miranda; Ipeguê, Cachoeirinha e Grande eram as maiores. Três mil indivíduos viviam nesses diversos pontos entre Miranda e a atual Aquidauana (inexistente na época). A tribo dos guaxis já desaparecera, dizem que devido à prática de aborto provocado com ervas. Eram aldeias pequenas, com duas a três centenas de pessoas. Mantinham alguns guaranis, seus perpétuos inimigos, como escravos. Eram extremamente limpos, tomavam de três a quatro banhos diariamente. Utilizavam a língua guaicuru para nomear pontos geográficos. "Taboco", a principal fazenda e rio da região, significa "fundo" (estranho era que, na realidade, esse rio era muito raso) Nioaque, vem de "Unha-ac", clavícula quebrada. Eponadigo siginificava "cardume de peixes".


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Uma aldeia ideal sob o olhar dos brancos.

O aldeamento modelo para os brancos era o do Matto Grande, perto da atual Albuquerque, fruto do trabalho missionário de um padre de nome Frei Mariano de Bagnaia. Ali, eram obrigados a um trabalho regular, os brancos afirmam que viviam em abundância. Praticavam diversos ofícios e aprendiam as artes liberais. Havia uma banda de música toda composta de indígenas e uma escola de primeiras letras.

Nos siga no Google Notícias