A notícia da terra a um clique de você.
 
20/10/2017 06:26

PM quer aumento salarial, mas ganha medalha

Mário Sérgio Lorenzetto
PM quer aumento salarial, mas ganha medalha

Parece desenho animado. "Medalha, medalha", pede o personagem. Só que ninguém pediu medalha. Querem papel. Papel-moeda, é claro. Aumento salarial aguardado. O programa ganhou um nome pomposo: "Meritocracia Funcional". Não sabem o que significa meritocracia ou é apenas uma maquiagem para a falta de dinheiro. Passaram batom em bocas que clamam por melhoria salarial. Pelo programa, o desempenho anual em atividades operacionais e administrativas de cada PM agregará pontos em um ranking. Os três primeiros colocados em cada categoria receberão prêmios. Medalhas, folgas, escolha do local do trabalho e o mais criativo... cancelamento de punição.
Aparentemente, os policiais receberam o programa com desdém e melancolia. Aceitam, mas não há satisfação nem alegria. Tudo ficará como antes, no quartel dos desmotivados. Mas essa é a emoção da tropa.
Há algo que deveria preocupar a todos. O uso indevido da ideia de meritocracia. Essa é uma proposta fundamental para o bom funcionamento das empresas e dos órgãos públicos. Em um país onde todo funcionário público é detentor de dois instrumentos poderosos - estabilidade e direito de greve - só com a meritocracia podemos resolver questões cruciais para os servidores procurem desenvolver seus serviços com vontade e perseverança. O programa para a PM nada têm a ver com meritocracia, onde são valorados serviços com pesos que aumentam e reduzem salários. Para chegar a um mapeamento de cada setor, de cada departamento de uma empresa ou de um órgão público são necessários profundos estudos. É uma tarefa dificílima. O programa da PM é tão somente uma pequeníssima premiação de caráter político.

PM quer aumento salarial, mas ganha medalha

Empresa está proibida de exigir antecedentes criminais para contratar.

O Tribunal Superior do Trabalho acaba de decidir que as empresas não põem exigir certidão de antecedentes criminais de candidatos a emprego, sob pena de ter que pagar indenização por danos morais ao trabalhador. As exceções ficam por conta de empregados domésticos, cuidadores de menores, idosos ou deficientes, motoristas rodoviários de cargas, empregados que trabalham no setor da agroindústria que manejem ferramentas perfurocortantes, bancários, trabalhadores que atuam com substâncias tóxicas, entorpecentes e armas ou trabalhadores que atuam com informações sigilosas.

PM quer aumento salarial, mas ganha medalha

Drone leva cão para passear.

Um cão pode ser um companheiro fiel e auxiliar na segurança de tua casa. Mas também exige cuidados constantes, incluindo a limpeza da casa e os passeios na rua. É nessa última parte que um drone pode ajudar. A "Drones Direct" estava vendendo o "Walkies Dog Drone", que consegue levar um cão para passear. Esse drone pode ser programado para dar um passeio de até meia hora em uma rota pré-programada por GPS. O drone também é capaz de evitar obstáculos e uma câmera transmite imagens.

PM quer aumento salarial, mas ganha medalha


imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.