ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 19º

Em Pauta

Você deve se preocupar em contrair o vírus pelo dinheiro?

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 25/05/2020 08:11
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Algumas pessoas temem que o dinheiro esteja espalhando o novo coronavírus. No início deste ano, a China e a Coreia do Sul começaram a esterilizar as cédulas e moedas usando luz UV ou altas temperaturas antes de colocá-las novamente em uso. Também colocaram o dinheiro em isolamento por 14 dias. Tinham a esperança de matar o vírus durante esse período.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Porta-voz da OMS afirmou que não deveríamos usar dinheiro.

No início de março, um porta-voz da Organização Mundial de Saúde afirmou que não deveríamos usar dinheiro. Depois, a OMS afirmou que esse era um pensamento desse porta-voz e não um protocolo emitido pela entidade.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

As superfícies espalham o covid-19?

Artigos recentes, de pesquisadores idôneos, indicam que é improvável que alguns micróbios, incluindo o covid-19, se espalhem por superfícies contaminadas. E são bem taxativos: há uma grande interrogação se o dinheiro - papel ou moeda - espalhe o vírus. Também são explícitos em afirmar aquilo que quase todos já conhecemos: "a única maneira potencial de adquirir o covid-19 [além da contaminação pelo espirro e respiração] de uma superfície contaminada é colocar o vírus na mão e tocar sua boca, olhos e nariz". Simplesmente tocar sua mão no vírus, sem levar ao rosto, não significa nada, não haverá infecção.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Identificaram bactérias e vírus nas moedas.

Após alguns testes, os cientistas identificaram algumas bactérias e vírus em moedas. Todavia, não identificaram o covid-19, por falta de exames específicos. Isto significa que ainda não sabem se o covid-19 é transmissível através do manuseio das moedas. Pouco se sabe. Alguns testes mostraram que o vírus vive só por uma hora em uma moeda, outros, mostraram que vive por 24 horas, desde que não tenha muco. Por outro lado, não há testes com cédulas de dinheiro. Assim como os testes com centenas de superfícies as mais variadas, de uma maçaneta a um portão, encontraram resultados muito variados. Não há como concluir, não há como emitir protocolos sobre as superfícies em geral e nem com o dinheiro. A ciência, além de um medicamento eficiente e uma vacina, está devendo mais esta informação. Só é possível afirmar que o vírus vive mais quando envolto em muco, mas nada se pode dizer sobre vírus - com e sem muco - em superfícies.