A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


07/04/2017 10:14

Políticos desacreditados, povo indignado. E agora?

Manoel Afonso

DUAS PONTAS Tenho conversado com os personagens dos dois extremos; a população de classes sociais diversas e os políticos de vários níveis, principalmente prefeitos e vereadores das cidades, em visita a Assembleia Legislativa e ao Governo.

A DESILUSÃO pode ser medida pela ironia dos jovens opinando sobre o cenário político social e econômico do País. Não se trata de alienação ou ignorância política, mas sim uma revolta sutil - quase silenciosa sem pedradas e violências de ruas.

O JOVEM sabe das tretas do fundo partidário, dos custos dos senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores, caixa 2, manobras por impostos, firulas da reforma da Previdência que preservam a elite do poder e ferram profundamente o povo.

OS POLÍTICOS reconhecem o cenário ruim em suas cidades. Prefeitos e vereadores admitem, será tarefa difícil convencer o eleitor a votar (gratuitamente). A corrupção e o empobrecimento do eleitor são os dois fatores que estão pesando hoje nesta postura.

O EX-PREFEITO de Iguatemi Darci Tielli (PMDB), madeireiro de profissão e que há mais de 30 anos vive a política, relata esse quadro que inclusive espanta pessoas com potencial. Ele admite: “se pudesse voltar no tempo não teria entrado para a política”.

PERGUNTA-SE: Como ignorar a Lama Asfáltica, a prisão do ex-deputado federal Edson Giroto (PR-MS), a fidelidade do deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) ao ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o caso do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS), a denúncia contra o deputado federal Vander Loubet (PT-MS) no STF, o bloqueio de bens de vários políticos, a inegibilidade do ex-governador Zeca do PT decretada pela Justiça e outras tantas malandragens administrativas?

LEMBRANDO: Para 2018 estão reservadas surpresas. As redes sociais implodirão muitas candidaturas. Lembra? O candidato Giroto começou a perder as eleições para a prefeitura da Capital na gravação de celular mostrando o papo de Pucinelli com funcionários públicos. O modelo atual pode estar exaurindo. Concorda?

QUESTIONO: Empobrecido e vendo os privilegiados na fartura e sem sinais de que pretendem repartir o filé, o eleitor continuará bonzinho? Se o eleitor já despachou os petistas, pode repetir a dose com os tucanos, peemedebistas e aliados nas tetas do poder.

ARREPIO a cada notícia de que a inflação caiu. Tenho medo da estagnação e da tal deflação. Pena, não vejo políticos nos supermercados. Seriam eles ETs? A exceção é o vereador Loester Nunes (PMDB), que empurra o carrinho comparando preços e produtos.

ESQUEÇAM aquela ladainha de que “o PMDB, PT e PSDB lutaram contra o regime militar”. Isso é passado. Aliás, estão cobrando até hoje essa fatura às custas da nação. Ora! as delações da Lava Jato mostram: os partidos gostam mesmo é de vantagens.

INDIGNAÇÃO Se não bastasse isso, o quadro nacional é horroroso. Se não bastasse a prisão de medalhões, vários líderes de grandes partidos atolados em irregularidades, tentando desqualificar as provas judiciais contra eles. No centro do poder um presidente frágil e comprometido. Quem escapará?

ENFIM... O cerco está se fechando e as delações da Lava Jato trazem nitroglicerina pura. Com tantos companheiros fiéis (até quando?) engaiolados, Lula está perdendo o sono e os cabelos. Seus gritos de desespero não encontram eco na opinião pública, pois seu público cativo é de apenas sindicalizados.

LULA Eventual sentença condenatória do juiz Sergio Moro será confirmada pelo TRF da 4ª. Região (RS). Suas ofensas contra Moro visam justificar um pedido de suspeição contra o magistrado. Mas o juiz espertamente não tem respondido, ignora ‘o canto do cisne’ do petista rumo ao cadafalso cada vez mais perto.

CORONÉIS Ficariam com o espaço garantido na reforma política. Com o fim do coeficiente eleitoral, cada partido escolhe seus preferidos, sem espaço para novatos. Os coronéis garantiriam o foro privilegiado, livres das garras da Lava Jato inclusive.

SACANAGEM Também presente no financiamento da campanha, com 70% vindo de recursos públicos (nosso dinheiro) e 30% dos ‘eleitores’. O interessante é que o famoso caixa 2 deixou de ser tipificado numa tentativa de questionar a proibição já existente.

‘OUTRAS JOIAS’: Fim das coligações das candidaturas proporcionais e manutenção das candidaturas majoritárias. Permite-se a coligação de partidos nas candidaturas, com uso do tempo do horário eleitoral e dos recursos do fundo partidário de cada um, mas sem obrigatoriedade de manter a coligação no exercício do mandato.

ALERTA Dos grandes jornais impressos, o gaúcho Zero Hora é o único a aumentar a tiragem. O pior, vários tradicionais sucumbiram ou migraram para o digital. O próximo será a Gazeta do Povo, de Curitiba. Já em Campo Grande o quadro preocupa. Ai ai.

PERFIL Aos 32 anos de idade, Junior Longo correspondeu a aposta feita pelo PSDB e com 4.022 votos se elegeu vereador em Campo Grande, onde atua numa rede de restaurantes da família, tendo frango assado como carro chefe. Curso superior completo e tranquilo, tem procurado não atravessar o sinal neste início de mandato. Sinal verde.

FAMA atiça o ego, mas é preciso conviver com o dia seguinte. Fala-se que o Ilmar Fonseca, o ‘Mamão’ do Big Brother, aproveitará a visibilidade para sair candidato em 2018. Mas só isso basta nestes tempos de eleitor escaldado? Qual é o seu currículo?

ENTENDI Cada vez mais estou convencido de que a candidatura de Aécio Neves foi para o vinagre. Perguntei ao deputado Rinaldo Modesto (PSDB), líder do Governo na Assembleia Legislativa: “Será que o Aécio aguenta?” Ele retrucou sorrindo: “É Doria!”

MARQUINHOS Trad (PSD) equilibrista. Leve, evita colisões ao estilo de quem quer acertar. Aproveita bem o crédito que desfruta junto ao eleitorado, grupos e lideranças partidárias. Afinal, o momento não é bom para embates políticos. Não se sabe o que vem pela frente. Todo mundo tomando caldo de galinha.

“Se você não fica rico ao lidar com políticos, há algo de errado com você.” (Donald Trump)

Cabo Eleitoral & Conselheiro Tutelar
PREFEITOS Gosto de conversar com eles. São iguais no relato dos percalços que enfrentam em 2 pontos: a falta de dinheiro e a dificuldade de atender a...
Democracia proporciona sonhos e pesadelos
POLÍTICA & POLÍCIA Operação policial lembra campanha eleitoral; sabe-se como começa, mas não se sabe como termina. O recente episódio com prisões e o...
Defendem a natureza, moram na cidade
‘FORTES EMOÇÕES’ Fundada em 1892 Aquidauana promete eleições municipais interessantes. O deputado Felipe Orro (PSDB) confirmando ao cronista a candid...
Políticos ou eleitores? Quem mudará?
FRANCAMENTE... Até aqui ‘empate técnico’ entre o pessoal do PT e MDB investigado, denunciado, condenado e preso por corrupção, principalmente na labo...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions