ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 23º

Trilha Orgânica

Temperos à mão, saúde em dia: ervas que dão saúde e sabor

Conheça alguns dos benefícios dos temperos frescos para a saúde e saiba como prepará-los corretamente

Por Márcia Chiad (*) | 14/07/2022 08:56
Hortelã, salsa e alecrim (Foto: Márcia Chiad)
Hortelã, salsa e alecrim (Foto: Márcia Chiad)

Quando usamos temperos frescos na nossa alimentação pensamos em realçar o sabor dos pratos, deixá-los ainda mais saborosos. Mas nem sempre pensamos que podemos prevenir doenças, melhorar a imunidade e ativar o sistema digestivo com os temperinhos do dia a dia.

E é isso que acontece quando abusamos dos temperos frescos na nossa alimentação, que são ervas medicinais. Mas para se beneficiar desses “temperinhos terapêuticos”  é preciso prepará-los de maneira correta, pois o calor do cozimento diminui os princípios ativos e aí deixam de ser remédio.

Caso use os temperos em grelhados, sopas e arroz, o ideal é sempre reservar uma parte da erva fresca, para o final do preparo. Assim você mantém os princípios ativos das ervas.

Uma dica é consumir também os temperos crus, à vontade,  em saladas e sucos. Salsa, cebolinha, manjericão, tomilho, coentro e por aí vai.  Todos esses temperos são ricos em vitaminas e são ótimos bactericidas e antivirais.

Algumas ervas que dão saúde e sabor

• Alecrim (Rosmarinus Officinallis) – além de tempero incrível para carnes, o alecrim é excelente para má digestão, gases e dores de cabeça. Faça uma infusão pela manhã com um ramo de folhas frescas.

Alecrim (Foto: Márcia Chiad)
Alecrim (Foto: Márcia Chiad)

• Hortelã (mentha piperita) – tempero que não pode faltar na comida árabe, vai bem em saladas e sucos. É digestivo e um excelente vermífugo natural.

Folhas de hortelã (Foto: Márcia Chiad)
Folhas de hortelã (Foto: Márcia Chiad)

• Manjericão (Ocimum basilicum) – dá sabor irresistível a molhos e pizzas. É um ótimo bactericida, ajuda a aliviar as aftas e é recomendado para problemas digestivos em geral.

Manjericão (Foto: Márcia Chiad)
Manjericão (Foto: Márcia Chiad)

• Salsa ( Petroselinum crispum) – é um dos temperos mais comuns da nossa culinária. Rica em vitamina C, alivia cólicas e problemas renais. Como erva terapêutica, usa-se toda a planta, inclusive o chá das raízes.

Salsa (Foto: Márcia Chiad)
Salsa (Foto: Márcia Chiad)

• Sálvia (Salvia officinalis) – tempero ideal para carnes brancas. Manteiga de sálvia deixa qualquer massa com sabor irresistível. É uma das ervas mais terapêuticas que existem. Ajuda a amenizar dores de garganta, aftas e mau hálito, além de ser uma erva que ajuda nos estados de estresse e depressão.

Sálvia (Foto: Márcia Chiad)
Sálvia (Foto: Márcia Chiad)

• Tomilho (thymus vulgaris) – tempero que dá sabor especial a diversos pratos. Combina bem com carnes, vinagretes e molhos para saladas. É um bactericida potente. Uma infusão de tomilho espanta gripes e resfriados. É bactericida e antiviral.

Tomilho (Foto: Márcia Chiad)
Tomilho (Foto: Márcia Chiad)

(*) Márcia Chiad é Jornalista, Agricultora Urbana, apaixonada por plantas comestíveis e idealizadora do Recanto das Ervas. Siga nas redes: @marciachiad e @recantodaservas. Acesse: www.marciachiad.com.br

Nos siga no Google Notícias