A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

08/11/2018 08:00

Professor Chuck, diretor da NovaEscola, dá as últimas dicas para o ENEM

Matemática é uma das grandes preocupações para muitos vestibulandos. Em conversa, o professor traz como se preparar para o segundo dia de prova no domingo

Post Patrocinado
(Foto: Divulgação/NovaEscola)(Foto: Divulgação/NovaEscola)

Fazer uma prova com tranquilidade é essencial. Como os vestibulandos podem diminuir a tensão?

Esta fase também é estressante para nós professores. Então dou a eles o mesmo conselho que uso para me acalmar. Lembro que durante o ano, dia após dia, dei o meu melhor para terminá-lo com a sensação do dever cumprido. Também eles, dia após dia, se esforçaram, sacrificaram, dedicaram e agora é relaxar pois falta pouco para que colham o fruto do seu empenho.

Os vestibulandos vão encarar 45 questões e apenas cerca de 3,5 minutos para resolver cada uma. Como otimizar esse tempo?

Em primeiro lugar, gostaria de lembrar que as questões do ENEM, dependendo do nível de dificuldade têm valores diferentes, ou seja, gastar um tempo a mais em uma questão difícil pode ser vantajoso. Mas realmente o tempo é um senhor impiedoso, porém com alguma técnica pode-se otimizá-lo. Encontrar primeiro a pergunta antes de ler todo o enunciado é uma delas. Tomemos por exemplo uma questão com um texto muito longo. A questão dedica várias linhas falando da vida de Pitágoras, porém, no final, pede somente que se calcule a hipotenusa quando são dados os dois catetos. Isto poderia ser feito somente com conhecimentos básicos de Geometria. Neste caso, quem encontrou a pergunta antes de ler todo o texto economizou um precioso tempo. E nas questões onde o texto é importante, saber a pergunta antes poupa o candidato de ler novamente o enunciado em busca dos dados.

Na matemática do ENEM, raciocínio e “decoreba” andam de mãos dadas?

As provas do ENEM foram lançadas com o intuito de enaltecer o raciocínio deixando de lado a “decoreba”. Assim, as primeiras provas traziam as fórmulas impressas nas primeiras páginas. Mas atualmente as fórmulas fazem parte do básico que todo candidato deve memorizar. A matemática envolve muito raciocínio, mas é um erro pensar que ela dispensa a “decoreba”. Meu antigo professor dizia que decorar é tão importante que nós só sabemos o nosso nome porque o decoramos. Ou seja, matemática é raciocínio em cima das fórmulas decoradas. Além do mais, com as fórmulas economiza-se tempo. Já pensou quantos minutos levaria se todas as vezes que um aluno tivesse que resolver uma equação de segundo grau, fosse proibido usar a fórmula de Bhaskara?

(Foto: Divulgação/NovaEscola)(Foto: Divulgação/NovaEscola)

Nas suas aulas você costuma dizer que entregar uma questão em branco é como perder sem lutar.

Deixe-me dar um exemplo. Um cavalo está amarrado a uma corda de 10 metros em um dos cantos de um celeiro quadrado de lado 8 metros. Qual a área que o cavalo tem para se locomover? Quando encontro um aluno que me entregou esta questão em branco, pergunto qual a razão. Ele geralmente responde que não sabia nem como começar. Neste caso, peço para que ele releia o texto e faça um esboço da situação. Um simples esboço, muitas vezes, é suficiente para que o cérebro raciocine e consiga chegar no resultado. Além disso, mesmo que o aluno pare no desenho e não apresente cálculo, vestibulares discursivos como os da UNICAMP e USP corrigem dando pontos parciais.

“Transformar cada questão em duas”. O que isto quer dizer?

Nas minhas aulas de revisão, eu tenho pouco tempo para revisar um conteúdo bastante extenso. Quando escolho uma questão que pede o cálculo da média aritmética, quero dizer que ela é uma média importante, mas paralelamente aproveito para lembrar que existe outras médias também importantes, como a média ponderada, a geométrica, entre outras. Então, sempre que resolvo uma questão, chamo a atenção para outros pontos importantes do mesmo assunto, assim uma questão pode equivaler a várias.

Algum último conselho para quem vai para a prova de Matemática?

Acalme-se começando a resolver as questões mais simples ou do assunto de seu maior domínio. Com a confiança adquirida, parta para resolver os mais complicados. Utilize todo o tempo da prova. Mais do que pensar em ser o melhor, pense em dar o melhor de si mesmo.

Matrículas abertas!
estudenovaescola.com.br
Telefone 3022 3060 / 3029 7166
Rua Rio Grande do Sul, 665 – Bairro Jardim dos Estados

Chuck - é professor de matemática há mais de 40 anos e atualmente diretor da NovaEscola juntamente com a coordenadora Mariel. Com mais de 30 mil alunos que passaram por suas aulas, coleciona muita experiência e histórias marcantes, algumas já reportadas pelo site CampoGrandeNews https://www.campograndenews.com.br/lado-b/comportamento-23-08-2011-08/japones-ha-mais-tempo-em-sala-de-aula-comecou-a-carreira-usando-tamanco

(Foto: Divulgação/NovaEscola)(Foto: Divulgação/NovaEscola)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.