A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018


06/07/2018 07:45

Cheia de pombos, Kazan usa falcões para evitar “batismo" da torcida

No Brasil se usa espantalhos em forma de predadores como gaviões e águias para afugentar pombos indesejáveis

De Kazan, Paulo Nonato de Souza
Pombo é fartura na cidade de Kazan. Eles estão em todas as partes em busca de alimentosPombo é fartura na cidade de Kazan. Eles estão em todas as partes em busca de alimentos

A cidade de Kazan, palco do jogo desta sexta-feira entre Brasil e Bélgica, às 14h (no horário de Mato Grosso do Sul), pelas quartas de final da Copa do Mundo, tem fama de ser o paraíso dos bombos. De fato eles estão por toda parte, uma verdadeira infestação.

Diferente do Brasil, onde se usa espantalhos em forma de predadores como gaviões e águias, dependendo do nível de boa vontade e consciência protetora dos animais que a pessoa tiver, em Kazan as autoridades locais vão lançar mão de espantalhos eletrônicos.

Para espantar pombos e evitar que eles “batizem” os torcedores na Arena Kazan durante o jogo, o sistema de autofalantes vai emitir sons de falcões, ave de rapina predadora de bombos nesta região. Além de ambiental e politicamente correta, a ideia também ajuda a manter o estádio limpo de cocos dos animais.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.