ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 22º

Direto das Ruas

Acidentes recorrentes tornam cruzamento no Nova Lima cada vez mais perigoso

Leitor presenciou, entre novembro do ano passado e este ano, quatro acidentes graves

Por Lucia Morel | 13/05/2021 18:10
Dia em que motoqueiro foi fechado por carro. (Foto: Direto das Ruas)
Dia em que motoqueiro foi fechado por carro. (Foto: Direto das Ruas)

Alta velocidade e desrespeito à sinalização fazem parte da rotina de quem mora na avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Nova Lima. Indignado com a frequência de acidente no local, especialmente na proximidade com o cruzamento com a rua Assunção Borba, leitor procurou o Campo Grande News.

Lindolfo Gavillan Filho, 57 anos, aposentado, mora há 31 anos na região e entre novembro do ano passado e este ano, já presenciou quatro acidentes graves nesse cruzamento. Em um deles, “o motoqueiro sobreviveu por milagre”.

Em vídeos e fotos enviadas pelo Direto das Ruas, Lindolfo mostrou atropelamento de criança, dois acidentes com motociclistas e um entre dois carros. “É carro fechando carro, é carro fechando motoqueiro. O pessoal não respeita”, lamentou.

Segundo ele, após passarem pelo semáforo localizado na altura da avenida Zulmira Borba, os motoristas descem a Jerônimo de Albuquerque correndo. “os condutores não respeitam as sinalizações e chegam a velocidade acima dos 60 km/h”, reclama.

Um dos vídeos enviados e mais recente, de fevereiro, mostra batida entre dois carros, sendo que um fechou o outro. Lindolfo diz ainda que já solicitou ajuda até na Câmara de Vereadores para instalação de quebra-molas por lá, mas nada foi feito. “Promessa de campanha teve, mas de verdade, nada”.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário