ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  20    CAMPO GRANDE 12º

Direto das Ruas

Advogada faz "peregrinação" em unidades de saúde em busca de exame da covid

Desde o período da manhã, percorreu 4 postos em busca de senha para fazer exame

Por Silvia Frias | 17/01/2022 13:28
No Jardim Paradiso, grupo foi para sombra à espera de atendimento. (Foto: Direto das Ruas)
No Jardim Paradiso, grupo foi para sombra à espera de atendimento. (Foto: Direto das Ruas)

Advogada de 32 anos reclamou da “peregrinação” para fazer exame de covid-19 desde o início da manhã, em Campo Grande. Somente no início da tarde, conseguiu senha na UBSF (Unidade Básica de Saúde Familiar) no Jardim Paradiso e, mesmo assim, ainda na fase de cadastramento.

“Eu fui em quatro postos”, contou a advogada, que não quis se identificar. Ela contou que foi em busca de atendimento após sentir dor de cabeça, no corpo e falta de ar.

Logo cedo, foi até a unidade no Bairro José Abrão, mas diz que lá entregaram apenas 5 senhas; em seguida, foi no posto da Vila Nasser, onde foram liberadas de 10 a 15 senhas. Depois, foi ao Jardim Paradiso e a informação é que somente à tarde as senhas seriam dadas.

No Jd. Azaleia, advogada não conseguiu atendimento. (Foto: Direto das Ruas)
No Jd. Azaleia, advogada não conseguiu atendimento. (Foto: Direto das Ruas)

“Nesse meio tempo, fui lá no Jardim Azaleia e não encontrei nem funcionário para atender”, disse. Por volta das 11h30, voltou para o Jardim Paradiso e aguardou até agora, obtendo uma das senhas. “Funcionário estava ligando para convocar outros para atender aqui”, disse.

Por volta das 13h, uma funcionária chegou e começou a fazer o cadastramento de quem estava na fila da unidade.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). A informação é que o atendimento nas unidades é por demanda espontânea, mas que há orientação para distribuição de senhas para organização do trabalho, considerando a demanda existente e a capacidade operacional de cada unidade.

A Sesau informa que, nas últimas semanas, houve um aumento de mais de 300% na procura por testes na rede pública de saúde de Campo Grande, tendo o Município ofertado uma média de 4 mil testes por dia, o que, consequentemente, gera um consumo muito maior de materiais.

Direto das Ruas - A informação chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

(*) Matéria atualizada às 14h51 para acréscimo de informações.

Nos siga no Google Notícias