A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

05/02/2017 19:55

Calçada vira "lixão" em rua onde até cobra aparece na vizinhança

Segundo moradora, a vizinhança ainda sofre com um terreno baldio que é ponto de encontro de usuários

Adriano Fernandes
O lixo jogado na calçada impede completamente a passagem de pedestres. (Foto: Direto das Ruas) O lixo jogado na calçada impede completamente a passagem de pedestres. (Foto: Direto das Ruas)
O último escorpião encontrado pela moradores estava em cima de uma cama. (Foto: Direto das Ruas) O último escorpião encontrado pela moradores estava em cima de uma cama. (Foto: Direto das Ruas)

O mal cheiro e o lixo produzido em um oficina mecânica, localizado ao lado de um terreno baldio pela rua Jaguaribe, no Jardim Ima, tem incomodado moradores e ocasionado o aparecimento de cobras e até escorpiões pela vizinhança. Moradores afirmam que "para piorar", ainda há falta de iluminação e usuários de drogas que andam pelo local. 

Conforme explicou uma auxiliar de cozinha, de 23 anos, e que preferiu não se identificar o problema do acúmulo de lixo se agravou na última segunda-feira (30), quando os proprietários da oficina lançaram o material de refugo de construção e até colchão, sobre a calçada.

O lixo impede quase que completamente a passagem pelo local. “Depois que eles colocaram esse lixo ali fora já achei em casa 3 escorpiões, sendo que um deles eu retirei da cama do meu filho e até cobra. Sem falar do mal cheiro que há uma semana fez meu filho passar mal”, comenta.

Além de revoltante a situação expõe a situação de abandono diante da falta de infraestrutura da rua, conforme se queixa a moradora. “Ao lado da oficina ainda tem um terreno baldio que é murado mas esta com o mato alto e que serve como ponto de encontro para usuários de droga. Ainda há uma camionete velha abandonada que acumula água da chuva, sem falar da falta de iluminação da rua”, completa.

Limpeza - A coleta de galhos, poda de árvore, restos de construção, sofás, geladeiras e quaisquer outros resíduos volumosos e sem utilidade (inclusive lixo descartado em pontos irregulares), não são de responsabilidade da Solurb, empresa responsável pela coleta de lixo na cidade.

Denúncias - Nestes casos a responsabilidade é da Seintra (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) que pode ser acionada pelos telefones 3314-3676/3675 // 116 ou 156.

A reportagem encaminhou a situação para a secretária e via assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Grande. 

Direto das Ruas - A sugestão acima foi feita por leitor, via aplicativo WhatsApp pelo canal Direto das Ruas, um meio de interação entre a redação e os leitores, por onde podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelos números (67) 99687-7598 e (67) 99955-2040.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions